Carreira: 4 maneiras de ser mais feliz no trabalho

0
261

A felicidade no trabalho nutre todo tipo de consequências positivas, do bom desempenho e produtividade à saúde. Nem precisamos de estatísticas para nos convencer disso. É claro que ser feliz e realizado é algo benéfico. O que vale destacar é que os diferentes caminhos para a felicidade estão conectados. Somos predispostos e preparados para nos relacionar com outras pessoas, e o trabalho não deixa de ser uma atividade social. É claro que há muitas ocasiões em que precisamos de privacidade ou foco, mas o grosso do trabalho é realizado em grupo.

Contagie os outros com seu humor

Nunca subestime sua capacidade de afetar o humor do próximo, assim como a influência que você tem sobre ele. Pesquisadores descobriram que nossos rostos transmitem felicidade de dezessete maneiras diferentes através de distintas culturas. Essa comunicação emocional também foi demonstrada em um estudo de interações online. A Universidade de Tilburg, da Holanda, pesquisou 2.000 videoblogs e descobriu que as pessoas tendem a refletir as emoções às quais se expõem. Elas buscam emoções que combinem com as suas, e depois as retransmitem, numa espécie de “contágio”. Seu humor é importante para você, mas também para os outros – e a sua felicidade afeta as pessoas ao seu redor.

Estenda a mão para desconhecidos

Parece contrário à intuição, ou àquilo que aprendemos dos nossos pais quando crianças, mas se conectar com estranhos pode ser bom. Um estudo da Universidade de Chicago concluiu que, quando as pessoas se relacionavam com estranhos, eram mais propensas a ter felicidade e experiências proveitosas. Até pagar um café para um desconhecido pode ter impacto positivo no humor pessoal. Manter relações com conhecidos, naturalmente, também é uma ótima ideia. O estudo mostrou que, quando as pessoas tinham “laços fracos”, eram afetadas de forma positiva pela simples oportunidade de se relacionar com outras, prova de que relações sociais fazem falta. Ao entrar em contato com estranhos ou conhecidos, investimos no bom humor e podemos ter novas perspectivas e ideias, além de fazer amizades. Tudo isso é válido para a inovação.

Construa bons relacionamentos com os colegas

Um outro estudo descobriu que um dos principais motores da felicidade no trabalho é a satisfação com a equipe. Apesar disso, 49% dos trabalhadores ouvidos disseram não se sentir parte de uma comunidade dentro da empresa. Além disso, para muitos as habilidades de conversação aparece nas últimas linhas de uma lista de competências. Conectar-se com os outros, porém, tem um grande impacto na vida e no trabalho. E a curiosidade pode ser um um bom estímulo para isso. Conhecer outras pessoas cria um ciclo positivo de consciência, compreensão e compaixão para com aqueles com os quais dividimos o nosso tempo.

Priorize as pessoas

O investimento em conhecer outros e construir relacionamentos requer que as pessoas sejam uma prioridade — e requer passar tempo com outros. Descobertas recentes mostraram que, independentemente da extroversão ou das características demográficas, aqueles que tendem a valorizar mais o tempo que o dinheiro socializam mais e investem mais em relacionamentos. Convide um colega para almoçar ou mantenha contato por meio de mensagens. Seja lá como for, vale a pena conhecer os benefícios que as conexões podem trazer.

Quer ser mais feliz no trabalho? Entre em contato com pessoas que você ainda não conhece bem, seja positivo com os demais e priorize as pessoas e o tempo gasto em criar relacionamentos. Você deixará de ser um estranho distante e tornará a felicidade uma constante, com base em ótimos contatos.

Baseado em Forbes