Carreira na Contabilidade do Futebol: Como ingressar nessa área promissora?

No Brasil, uma das principais normas que rege o futebol é a Interpretação Técnica Geral 2003 (ITG 2003).

Compartilhe
PUBLICIDADE

A Contabilidade é essencial para que times e clubes tenham sucesso em suas atividades dentro de campo. Nesta segunda-feira (24), em que a Seleção Brasileira de Futebol Feminino fez a sua estreia na Copa do Mundo e ganhou de 4×0 do Panamá, o Conselho Federal de Contabilidade explica as principais normas que regulam o setor e o que é necessário fazer para trabalhar com futebol na área contábil.

No Brasil, uma das principais normas que rege o futebol é a Interpretação Técnica Geral 2003 (ITG 2003). Então, para começar, é necessário conhecê-la e entendê-la. O conselheiro do CFC e coordenador do Grupo de Trabalho de Normas Contábeis Aplicadas às Entidades Desportivas do CFC, Glaydson Trajano Farias, explica que a norma “abrange assuntos relevantes que contribuem para o trabalho do profissional da contabilidade, como orientações acerca dos ativos intangíveis – atletas em formação e formados; dos direitos de transmissão e de exibição de espetáculos desportivos; dos critérios de contabilização das receitas em uma entidade desportiva; e outras operações que são específicas de Entidades Desportivas”.

Leia também: Importância De Um Gestor De Processos Para Empresas Contábeis

Glaydson Trajano também reforça que a ITG 2003 contribui com o trabalho do profissional da contabilidade, pois ampara e estabelece critérios, de forma a auxiliar a contabilização e divulgação das demonstrações contábeis, trazendo maior segurança, integridade e transparência.

Em relação às normas internacionais, o contador explica que o conhecimento delas é importante a todos os profissionais, independentemente da área de atuação. Para aqueles que desejam atuar com o futebol, algumas delas traduzem, de maneira genérica, as orientações relacionadas aos clubes de futebol. Isso porque essas normas são as mesmas aplicadas a outras entidades desportivas e a empresas em geral.

Quais normas devo estudar para trabalhar com futebol?

  1. International Financial Reporting Standards (IFRS): as Normas Internacionais de Relato Financeiro são um conjunto de princípios contábeis internacionais adotados por muitos países, em todo o mundo, para garantir a uniformidade e transparência nas demonstrações financeiras.
  2. Normas Brasileiras de Contabilidade – Técnica Geral (NBCs TG), equivalentes aos Pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC): no Brasil, o CPC é responsável por emitir pronunciamentos técnicos contábeis, de acordo com as normas internacionais (IFRS).
  3. Lei das Sociedades por Ações: em países que possuem leis específicas para as sociedades por ações, como o Brasil, empresas e clubes de futebol dessa categoria devem seguir as regras e os regulamentos estabelecidos por essa legislação.
  4. Regulamentos Financeiros da FIFA (FIFA Financial Regulations): a FIFA, como órgão regulador do futebol mundial, possui regulamentos financeiros que devem ser seguidos por clubes, federações nacionais e outras entidades que são relacionadas ao futebol e estão sob sua jurisdição.
  5. Outras regulações do CFC, como: ITG 2002 – Entidades sem Finalidade de Lucros e NBC PG 01 – Código de Ética Profissional do Contador.
  6. Interpretação Técnica Geral 2003 (ITG 2003)

O que mais posso fazer?

A indústria do futebol agrega paixão pelo esporte com habilidades profissionais, e a combinação certa de conhecimentos contábeis e interesse pelo futebol pode abrir portas para uma carreira empolgante e significativa nesse campo. Veja algumas dicas para profissionais da contabilidade se inserirem nesse mercado específico:

Conheça a indústria do futebol: Antes de tudo, é essencial entender a dinâmica e a estrutura da indústria do futebol. Isso inclui compreender o funcionamento de clubes, federações, ligas, agências de jogadores e outros atores relevantes. Fique atualizado sobre as últimas notícias e tendências do setor.

Imagem por @jcomp / freepik

Amplie sua rede de contatos: Participe de eventos esportivos, seminários ou workshops relacionados ao futebol. Conhecer pessoas que já trabalham na área pode abrir portas e proporcionar oportunidades profissionais.

Busque especializações: Considere fazer cursos ou obter certificações adicionais relacionadas à contabilidade no esporte ou ao gerenciamento financeiro no futebol. Isso pode aumentar sua credibilidade e conhecimento no campo.

Entenda as particularidades contábeis no futebol: Como mencionado anteriormente, o futebol pode ter algumas particularidades contábeis, como o tratamento dos ativos intangíveis (por exemplo, o valor de jogadores) e os contratos de patrocínio. Familiarize-se com essas questões para estar preparado para enfrentá-las.

Aproxime-se de clubes ou agências esportivas: Envie seu currículo para clubes de futebol, agências de jogadores ou outras organizações relacionadas e demonstre seu interesse em trabalhar com contabilidade no esporte. Muitas vezes, clubes e associações esportivas precisam de profissionais da contabilidade para gerenciar suas finanças.

Leia também: Contador À Beira De Um Ataque De Nervos! Profissão Tem Alto Nível De Estresse

Seja flexível e resiliente: O mercado do futebol é competitivo; por isso, qualquer profissional pode levar tempo para encontrar a oportunidade certa. Esteja disposto a começar com cargos iniciais e evoluir gradualmente.

Demonstre paixão pelo esporte: Mostrar que você é um entusiasta do futebol e que tem um interesse genuíno pelo esporte pode ser um diferencial importante.

Mantenha-se atualizado sobre regulamentações e mudanças: Esteja atento às normas contábeis em constante evolução, bem como a quaisquer regulamentações específicas do futebol que possam impactar o trabalho contábil.

Fonte: CRCSP

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil