Cinco vantagens da tecnologia para o setor fiscal das empresas

contabilidade

Inovações são fortes aliadas na otimização do tempo e na economia de recursos

De acordo com um relatório do Banco Mundial, as empresas brasileiras gastam 1.958 horas para cumprir todas as regras do Fisco – são em média 81 dias por ano. Toda esta complexidade tributária gera grande desperdício: a estrutura necessária para resolver a burocracia consome cerca de 1,5% do faturamento anual das organizações, ou seja, cerca de R$ 60 bilhões somente para lidar com os tributos.

Para inverter essa situação, cada vez mais as companhias apostam na tecnologia em seus setores fiscais, a fim de economizar recursos essenciais para outras áreas. “Processos manuais e repetitivos não só são desmotivadores, como também um grande desperdício de tempo e dinheiro para as empresas. Além de correr o risco de erros, o colaborador não consegue ter ideias ou executá-las para uma melhoria no processo.”, aponta Thiago Souza, um dos fundadores da startup Dootax. O software criado pela empresa automatiza a emissão e o pagamento dos tributos, tudo por meio da robotização de processos (RPA). O especialista elenca 5 vantagens para as empresas que aderem à modernização em seus departamentos fiscais:

SEGURANÇA NO RECOLHIMENTO DE TODOS OS TRIBUTOS

A adoção de softwares específicos automatiza as rotinas de emissão e pagamento de todos os tributos de uma organização. Com isso, é possível se certificar de que todas as obrigações estão sendo cumpridas dentro do prazo de vencimento e garantir que os valores estão sendo recolhidos corretamente, longe de fraudes ou falhas manuais.

“Sem nenhuma intervenção humana, fica ainda mais simples garantir que o valor apurado efetivamente é o que será pago, dentro do prazo e sem duplicidades”, explica Thiago Souza.

COMPLIANCE FISCAL

O intuito do compliance fiscal é garantir que o conjunto de normas ou diretrizes de uma empresa estão sendo levadas em conta na hora de cumprir as obrigações fiscais – desde o recolhimento de tributos até o acompanhamento de todas as mudanças na legislação.

Boa parte do sucesso do compliance fiscal está na integração entre as informações fiscais, que precisam estar sincronizadas na emissão da nota fiscal, geração das guias para pagamento de tributos e em todas as outras obrigações fiscais e contábeis. A inserção da tecnologia nessa área reduz a dependência de processos manuais e as chances de erros, evitando os riscos fiscais.

REDUÇÃO DE CUSTOS COM MÃO DE OBRA

Devido à complexidade burocrática, grandes equipes de especialistas são necessárias para acompanhar as movimentações financeiras da empresa, apurar todos os tributos devidos, emitir as guias para recolhimento e fazer o pagamento das obrigações. A partir da sistematização, essas rotinas são automatizadas e o custo com a mão de obra diminui. Com isso, os colaboradores antes presos a procedimentos repetitivos podem ser direcionados para funções estratégicas.

DIMINUIÇÃO DO TEMPO GASTO COM PROCESSOS INTERNOS

O sucesso de uma empresa está ligado intimamente com a eficiência dos seus processos internos. Sendo assim, a modernização tecnológica garante que as rotinas fiscais sejam realizadas de forma mais ágil e eficiente, diminuindo o tempo gasto com os processos.

FACILIDADE NO ACESSO A INFORMAÇÕES ÚTEIS PARA A GESTÃO

O gestor de uma organização precisa estar munido de informações úteis para tomar as melhores decisões. Entre os dados que fazem parte da sua análise estão aqueles relacionados aos tributos recolhidos por uma empresa. Os programas dedicados a área fiscal, como o RPA, facilitam o acesso a essas informações atualizadas de forma clara e beneficia a empresa como um todo.