Como se tornar tradutor juramentado? Veja os principais requisitos

Entenda como construir sua carreira cumprindo os critérios da profissão.

Compartilhe
PUBLICIDADE

De acordo com a legislação brasileira, qualquer documento estrangeiro que seja apresentado às autoridades nacionais deve ser traduzido de forma “oficial”. Isso faz com que a tradução juramentada seja essencial para conferir autenticidade aos processos que serão apresentados em juízo.

Também conhecida como tradução pública, a atividade envolve a tradução de textos na língua portuguesa e em outros idiomas, cuja principal diferença é que ela dá ‘fé pública’ ao documento traduzido, atestando que ele representa uma tradução fiel do documento original.

Os documentos a serem traduzidos são individuais, e o preço varia consideravelmente, conforme a quantidade de laudas, o número e tipo de documento, além do valor da tradução juramentada estipulado em cada estado.

Diversos tipos de documentos podem ser requisitados para tradução: carteira de motorista, certidão de nascimento, certidão de óbito, certidão de casamento, carteira de trabalho, cédula de identidade, passaporte, ofícios de empresas e instituições, cartas pessoais ou comerciais, histórico escolar, diplomas, entre outros.

Todas as traduções juramentadas, sem exceção, devem ser realizadas por profissionais capacitados a dar fé pública aos documentos traduzidos. Para garantir um processo claro e legítimo, as traduções devem ser realizadas com máxima fidelidade, conferindo-lhes validade legal.

Tradutores juramentados explorando o mercado de trabalho

As empresas de tradução juramentada contam com equipes compostas por profissionais capacitados, garantindo que cada lauda do documento entregue mantenha a qualidade de uma tradução técnica. Devido à crescente demanda, essas empresas estão se tornando cada vez mais ágeis e eficientes em seus serviços.

O mercado de trabalho para tradutores juramentados tem estado bastante movimentado. No entanto, para se destacar no campo da tradução e interpretação, é essencial ter afinidade com o estudo. Isso inclui o aprofundamento nas regras gramaticais do português, bem como o domínio de idiomas e habilidades linguísticas.

Nesse sentido, o profissional estará preparado para atuar e também se submeter ao concurso público. As empresas contam com profissionais experientes e aprovados em concursos públicos realizados pelas Juntas Comerciais. Embora a posição de tradutor juramentado seja adquirida por meio de um concurso, ela não é uma posição pública.

Para se habilitar ao concurso, é necessário possuir um diploma de bacharel em tradução ou comprovar experiência na área. Existem cursos livres oferecidos por instituições como escolas de idiomas e consulados, que podem preparar os profissionais para atuarem nesse cargo.

Realizar estágio em agências ou empresas de tradução é uma excelente oportunidade para adquirir novos conhecimentos, compartilhar experiências com profissionais da área e desenvolver habilidades essenciais. Além disso, participar ativamente de workshops e cursos de atualização é fundamental para se manter atualizado com as últimas tendências e práticas do setor.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil