Em Breve: Elon Musk anuncia chamadas de áudio e vídeo no Twitter

Em breve, haverá bate-papo por voz e vídeo para qualquer pessoa nesta plataforma, anunciou Musk

Compartilhe
PUBLICIDADE

Na terça-feira, dia 9, Elon Musk, proprietário e CEO do Twitter, divulgou que em breve os usuários terão a capacidade de realizar chamadas de áudio e vídeo na plataforma, sem no entanto especificar uma data para o lançamento do novo serviço.

Através do Twitter, Musk compartilhou que “você poderá conversar com pessoas de todo o mundo sem precisar compartilhar seu número de telefone”.

Em um comentário posterior publicado na plataforma, Elon Musk afirmou que o aplicativo de mensagens WhatsApp, operado pela Meta, não é confiável.

Com a adição da função de mensagens de áudio e vídeo no Twitter, a plataforma pode competir com uma série de serviços gratuitos oferecidos em outras plataformas, incluindo o Messenger, o Signal, o Telegram e o WhatsApp.

Com o lançamento do recurso de chamadas de áudio e vídeo, o Twitter se alinha aos aplicativos de rede social da Meta, como o Facebook, Instagram e WhatsApp, que já possuem recursos semelhantes.

A competição entre as plataformas tem aumentado à medida que elas buscam expandir suas ofertas de recursos e serviços para atrair mais usuários.

É provável que o novo recurso de chamadas do Twitter seja uma adição importante para a plataforma e atraia mais usuários para a rede social.

Novidades e mudanças

Musk também revelou que a plataforma começará a criptografar as mensagens diretas na quinta-feira, dia 11, para proteger a privacidade dos usuários.

Desde que adquiriu o Twitter no ano passado, Musk implementou várias mudanças, incluindo a cobrança pelo selo de autenticidade da conta e o aumento do tamanho máximo de texto, que passou de 280 para 4 mil caracteres.

Agora, a plataforma também está se expandindo para o setor de vídeos e podcasts.

O Twitter anunciou nesta semana que irá realizar uma limpeza em contas inativas há vários anos, removendo ou arquivando esses perfis.

Essa ação pode afetar a contagem de seguidores de outras contas, já que algumas dessas contas inativas podem estar seguindo outras pessoas.

No entanto, essa medida pode ajudar a melhorar a integridade da plataforma, eliminando contas que não estão sendo usadas e melhorando a precisão das métricas de engajamento.

Além disso, isso pode ajudar os usuários a encontrar contas mais relevantes e ativas para seguir e interagir.

O Twitter não divulgou quando essa limpeza será realizada ou qual será o critério para definir quais contas serão removidas ou arquivadas.

Decisões polêmicas

Desde que assumiu a liderança do Twitter em outubro de 2022, Elon Musk tem feito diversas mudanças na plataforma com o objetivo de melhorar o rendimento financeiro da rede social, que vinha em queda desde a gestão dos cofundadores, incluindo Jack Dorsey.

Divulgação
Divulgação/ Elon Musk

No entanto, algumas dessas mudanças foram polêmicas e geraram críticas de usuários, funcionários e ex-funcionários da empresa, incluindo Dorsey.

Algumas dessas ações incluem a demissão de profissionais-chave e políticas que afetaram diretamente os usuários, como a extinção do selo de verificação azul gratuito e a obrigatoriedade de assinatura do Twitter Blue para manter a insígnia.

Além disso, Musk também passou a pagar a assinatura do Twitter Blue para algumas personalidades famosas, aparentemente para mantê-las na plataforma.

Entre essas personalidades, está o escritor Stephen King. Essas ações têm gerado controvérsia e levantado questões sobre a transparência e a ética da liderança de Musk no Twitter.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação