O Uber vem causando polêmica em todo o mundo. Os taxistas protestam dizendo que a concorrência é desleal e o aplicativo pode acabar com a classe. No entanto, esse não é o único ramo de trabalho que pode sumir por conta dos avanços da tecnologia.

O Estado de São Paulo fez uma seleção. Confira:

A Airbnb, uma startup norte-americana, é especializada em mediar a locação de imóveis. Assim, o ramo imobiliário e hoteleiro perde uma fatia importante de mercado.


As empresas de financiamento também sofreram um baque com a popularização de companhias de equity crowdfunding, como as brasileiras Broota e Start Me Up.

E os escritórios de contabilidade também podem estar com os dias contatos. Tudo por conta de serviços online como o prestado pelo site Contabilizei, que oferecem pacotes de consultoria por um preço mais em conta.

E até o tradicional Correio pode ter que se adaptar. A reportagem explica que empresas como a Amazon estão testando um serviço de entrega colaborativa: a empresa paga em torno de US$ 25 por hora para que os clientes entreguem, em suas horas vagas, as compras de outros consumidores.(Redação JC e Notícias ao Minuto)

Qual sua opinião sobre o assunto?


Comente

Comentários