Entenda o que é e como emitir o Cartão CNPJ

O cartão CNPJ, também conhecido como Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral, é um documento que comprova a abertura da empresa

O cartão CNPJ é um documento que comprova a existência de uma empresa e/ou instituição. Confira neste artigo como emitir e saiba qual a sua importância para empresas e negócios. 

Antigamente era conhecido como CGC, Cadastro Geral de Contribuintes, mas atualmente é a sigla para Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica.

Esse documento é gerado no início da transação, na qual indica se a empresa está devidamente registrada no órgão competente.

Neste cartão CNPJ há variadas informações sobre a empresa em questão, como data de abertura, endereço, telefone, tipo de segmento econômico e a situação cadastral, como se está ativa ou não.

Esse é um dos principais documentos de qualquer empresa e pode ser utilizado para diversas situações, como aberturas de conta digital PJ, solicitação de empréstimos, fechamentos de contratos e parcerias.

Continue a leitura e fique por dentro das principais informações sobre esse documento.

Cartão CNPJ: o que é?

Primeiramente, o cartão CNPJ, também conhecido como Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral, é um documento que comprova a abertura da empresa e que a mesma está corretamente cadastrada nos órgãos competentes.

Por isso, todas as empresas registradas no Brasil precisam passar pelo processo de abertura de empresa e, consequentemente, possuirá o número de CNPJ, que também constará no cartão CNPJ.

Note que o número CNPJ é formado por 14 dígitos, sendo os primeiros oito números a “base” que identifica a empresa.

Após o elemento “barra” (/), a numeração irá se referir à quantidade de filiais do negócio.

Por exemplo, CNPJ numerados “/0001”, indicam que há somente uma filial, ou seja, a própria matriz.

Os dois dígitos finais são conhecidos como verificados. 

Através de contas matemáticas, eles indicam se o CNPJ é real ou falso e fazem a comprovação às entidades fiscais como Receita Federal e bancos sobre a veracidade da numeração.

Quais informações constam no cartão CNPJ?

Como dito anteriormente, o cartão CNPJ contém diversas informações do negócio. 

Nas próximas linhas iremos citá-las:

  • número de inscrição
  • data de abertura da empresa
  • nome empresarial
  • nome fantasia
  • tipo de porte
  • código e apresentação da principal atividade econômica
  • codificação e apresentação das segundas atividades econômicas
  • código e apresentação da natureza jurídica
  • endereço completo do empreendimento (Rua, número, CEP, bairro, cidade e estado)
  • e-mail da empresa
  • telefone do empreendimento
  • ente federativo responsável (EFR)
  • situação cadastral (ativa ou não)
  • data da situação cadastral
  • motivo da situação cadastral
  • caso possua, situação especial 
  • data da situação especial

Benefícios de ter cartão CNPJ?

Inúmeros são os benefícios do cartão de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica e ele serve, inicialmente, para evidenciar que a empresa foi aberta e não se trata de um empreendimento informal.

Por este motivo, o cartão CNPJ pode ser solicitado e exigido em quaisquer atividades que um empreendedor por cumprir.

Por exemplo, geralmente, o documento costuma ser exigido em casos de solicitação de empréstimos e financiamento em bancos ou instituições financeiras, assim como para abertura de uma simples conta Pessoa Jurídica.

Nas relações comerciais esse documento é normalmente pedido para formulação de contratos para prestar serviços ou fornecimento de insumos, produtos de revenda etc.

Para casos de terceirização de trabalho através de outra empresa, provavelmente solicitarão o cartão CNPJ para evidenciar que a sua empresa é formalizada, possui cadastro na Receita Federal e, principalmente, confere a situação cadastral.

Vale ressaltar que o cartão também é essencial para a emissão de nota fiscal, seja para acesso do sistema da prefeitura ou para a contratação de um sistema pago de emissão.

O que pode ser feito com o cartão CNPJ

O cartão CNPJ possui inúmeras aplicabilidades além das mencionadas no tópico acima.

Portanto, além de ser fundamental para abertura de contas Pessoa Jurídica (PJ) e para solicitação de empréstimos e financiamentos nas instituições financeiras, esse documento também é utilizado para cadastro da empresa em órgãos públicos, especialmente para licitações.

Com esse certificado em mãos, as chances de elevar a empresa a obter descontos em compras de varejo aumentam em, pelo menos, 50%.

Geralmente empresas que revendem produtos de limpeza, materiais de escritório e até mesmo vestuário, conseguem valores diferenciados para pessoas jurídicas.

Como emitir cartão CNPJ

É de conhecimento geral que para emitir o cartão de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, anteriormente, será fundamental que o negócio esteja legalizado.

Assim, somente será possível gerar e emitir o documento se a empresa estiver corretamente legalizada e registrada nos órgãos responsáveis e com a numeração gerada.

Dessa forma, caso você ainda não possua o seu CNPJ, é essencial abrir a sua empresa, de forma online, no conforto de sua casa ou escritório. 

Após esta etapa, poderá emitir o seu cartão CNPJ no site da Receita Federal.

Como imprimir cartão CNPJ

Para consultar e imprimir o seu cartão CNPJ é muito simples, rápido e prático.

Ademais, com o seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, você pode realizar um documento relativo à outra empresa para verificar o status cadastral. 

Ou, até mesmo, obter os dados essenciais para emitir nota fiscal, se for firmado um contrato comercial entre as empresas.

Portanto, para emitir o seu documento, siga os seguintes passos:

  • acesse a página Emissão de Comprovante de Inscrição e Situação Cadastral no site da Receita Federal
  • Digite o seu número de CNPJ ou qual deseja consultar
  • Faça a verificação do captcha para validar a ação
  • No fim, clique em “Consultar”
  • Após aparecer na tela o cartão CNPJ, você irá procurar pelo botão “Imprimir”
  • Caso queira verificar quem são os sócios e administradores da empresa, clique em “Consultar QSA”

Conclusão

Por fim, após ler todo o artigo, fica fácil compreender que, independente da natureza jurídica, o CNPJ é extremamente necessário para o empreendedor realizar a regularização. Assim, é possível evitar grandes transtornos com órgãos fiscalizadores ter acesso aos benefícios da formalização. Além disso, toda empresa precisa investir em uma boa gestão por meio de tecnologia. Conheça as funcionalidades do ERP online grátis!

Fonte: FoxManager

Comentários estão fechados.