Estado da Paraíba registra 4º transplante de coração do ano

A Paraíba alcançou um marco significativo no quesito de transplantes de órgãos, ao registrar a quarta cirurgia do tipo neste ano no estado.

Compartilhe
PUBLICIDADE

A Paraíba alcançou, nesta quinta-feira (1º), um marco significativo no quesito de transplantes de órgãos, ao registrar a quarta cirurgia do tipo neste ano no estado. Com isso, a Central Estadual de Transplantes ultrapassa o número total de transplantes registrados em 2022, que foram três. A conquista é motivo de celebração, pois representa o avanço da saúde paraibana e oferece esperança para pacientes que necessitam de um transplante de coração para sobreviver.

Ao todo, já foram doados esse ano na Paraíba, cinco corações, sendo um deles encaminhado para o estado de Pernambuco.

Leia também: Doação De Múltiplos Órgãos Salvou A Vida De Seis Pessoas Na Paraíba

“Esse momento mostra o quanto temos avançado na realização de todas as etapas do processo que envolve a doação de órgãos para transplante. Além de ressaltar o comprometimento das equipes envolvidas, destacamos também a generosidade e solidariedade por parte das famílias doadoras, que mesmo em momentos de grande dor conseguem tomar a decisão de salvar vidas por meio da doação”, pontua a diretora da Central Estadual de Transplantes, Rafaela Dias.

O coração doado veio de um homem de 36 anos, que estava internado em um hospital municipal de João Pessoa, vítima de hemorragia intracraniana. O órgão foi transplantado no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, unidade de alta complexidade referência em cardiologia, gerido pela Fundação PB Saúde. É a terceira vez, neste ano, que o hospital realiza um transplante de coração, e entre instituições 100% do Sistema Único de Saúde (SUS). O receptor é um homem de 62 anos.

Além do coração, houve também a doação de outros órgãos vitais, como o fígado e os rins. As córneas, que são tecidos oculares, também foram doadas. O fígado foi recebido por uma mulher de 57 anos, o rim direito foi aceito pela Central de Transplantes de Pernambuco para um homem de 52 anos, e o rim esquerdo foi doado para um paraibano. As córneas foram levadas para o Banco de Olhos.

“A Paraíba tem avançado na saúde como um todo e isso não é diferente em relação aos transplantes. Essa conquista reflete o compromisso da nossa gestão com a melhoria da qualidade de vida dos paraibanos. Temos feito investimentos para aquisição de equipamentos e, recentemente, recebemos mais uma aeronave, que estará disponível para ajudar no transporte das equipes e órgãos, diminuindo o tempo de deslocamento e aumentando a chance de salvar um maior número de vidas”, destaca o secretário de Saúde da Paraíba, Jhony Bezerra.

Leia também: Primeira Captação De Múltiplos Órgãos De 2023 Foi Realizada No Tocantins

Dados consolidados pelo setor de estatística da Central de Transplantes apontam que em 2023 já foram realizados 106 transplantes no estado, sendo quatro de coração, 14 de rim, sete de fígado, dois de medula óssea e 79 de córneas. Ainda aguardam na fila pela doação de um órgão ou tecido 447 pessoas.

Fonte: Governo do Estado da Paraíba

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação