FGTS do trabalhador será sem custos ao patrão e via Pix. Entenda!

O Pix promete transformar a maneira como os pagamentos do FGTS vão começar a ocorrer a partir de 2024

Compartilhe
PUBLICIDADE

O FGTS Digital trará mudanças significativas na forma de cumprimento da obrigação de recolhimento do FGTS e na cultura dos empregadores. Portanto, há necessidade de atenção redobrada para alguns detalhes, de forma a se evitar transtornos com a mudança que se aproxima.

Aliado a nova tecnologia, está o Pix. Este promete transformar a maneira como os pagamentos do Fundo de Garantia vão começar a ocorrer a partir do próximo ano. A ideia é unificar as contribuições de diferentes períodos em um único documento, tudo de forma digital.

A inovação promete não apenas agilizar os processos, mas também reduzir significativamente os custos operacionais.

Leia também: FGTS Digital Terá Parada Técnica Para Implantação De Nova Versão

Pagamento via Pix diretamente do saldo do FGTS

O FGTS Digital elegeu o Pix como a única maneira de recolhimento do FGTS. Trata-se de sistema de pagamento instantâneo instituído pelo Banco Central do Brasil. Por meio do PIX, os valores são transferidos, de forma segura, entre contas, em poucos segundos, 24 horas por dia, todos os dias do ano, inclusive feriados e finais de semana.

A transação pode ocorrer a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga; sendo gratuito tanto para pessoas físicas quanto jurídicas, na modalidade “Pix – Cobrança”, utilizada pelas guias do FGTS Digital.

Conforme Resoluções, as instituições financeiras não poderão cobrar tarifas ou colocar limites aos usuários pagadores na referida modalidade.

Excepcionalmente, apenas no dia do vencimento da guia do FGTS Digital, o empregador terá uma pequena restrição. Podendo efetuar o pagamento até às 22h59 (horário de Brasília). Nos dias que antecedem o vencimento, não há limitação de horário para pagamento.

É importante destacar, também, que com a adoção do Pix, o empregador contará com mais de 800 instituições (bancos, fintechs, instituições de pagamento) aprovadas pelo Banco Central para a realização de pagamentos, não ficando restrito às poucas atualmente conveniadas. 

Dessa forma, além do estímulo à competitividade, significativa redução de custos, digitalização do processo de pagamento e facilidade de acesso, fica disponível ao usuário uma diversidade de instituições para que possa optar pela que melhor atenda às suas necessidades.

Leia também: FGTS Digital: Veja Porque Sua Empresa Precisa Participar Dos Testes

PIX Saque

Por fim, é válido frisar que não será possível realizar o pagamento via PIX com dinheiro em espécie, conforme regras do Banco Central que determinam que todo o pagamento nesta modalidade deve ter como origem valores depositados em conta bancária. Desse modo, o pagamento deverá ocorrer pelo usuário utilizando os sistemas disponibilizados pelo seu banco ou agente financeiro.

Ainda assim, o empregador poderá efetuar o pagamento de uma guia Pix em casas lotéricas. Desde que o valor para pagamento tenha como origem um “Pix Saque”.

Isso quer dizer que é um saque na lotérica utilizando essa opção e, com este saldo, efetua-se a liquidação da guia Pix do FGTS. Cabe destacar que a modalidade de “Pix Saque” ocorre em qualquer lotérica, mesmo que a conta bancária seja de outro banco.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação