HGV bate recorde de cirurgias com 1.412 procedimentos realizados em maio

Foi uma melhora significativa na realização dos procedimentos, o que contribuiu para redução da fila de espera.

Compartilhe
PUBLICIDADE

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) realizou 1.412 cirurgias durante o mês de maio de 2022, o que representa um aumento de 26,5% em relação ao mês anterior.

De acordo com o diretor-geral do HGV, Osvaldo Mendes, ¨Nós batemos o recorde de cirurgias no mês passado. Esse resultado é fruto da integração de vários setores desde a internação, clínicas e serviços complementares. Sinto-me feliz, como gestor, em ver o HGV cumprindo seu papel dentro da rede de assistência à saúde¨.

Para Ronaldo José, coordenador do centro cirúrgico do HGV, foi uma melhora significativa na realização dos procedimentos, o que contribuiu para redução da fila de espera. 

“Isso somente foi possível com uma otimização dos agendamentos de procedimentos aos sábados em regime de mutirão, devido ao empenho de várias especialidades: ortopedia, cirurgia geral, plástica, otorrino, cardiologia e urologia”, explicou Ronaldo.

Ítalo Rodrigues, presidente da Fepiserh, órgão que administra o HGV, destacou a resolutividade do hospital e sua capacidade de atender a demanda cirúrgica do Estado. 

“O maior hospital do Piauí, referência em alta complexidade, consegue ampliar os seus serviços e sua capacidade de atendimento com qualidade e acolhimento. Isso só é possível graças a uma equipe dedicada e aos investimentos do Governo do Estado”.

A área de ortopedia, com 267 operações, foi a que mais realizou procedimentos, vascular com 183 procedimentos realizados; oftalmológica com 145; cirurgia geral com 143; e otorrino com 127.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação