INSS deverá reavaliar auxílios através do pente fino

No início do mês de agosto o Instituto Nacional do Seguro Social, começou a realizar o chamado “pente-fino” sobre os benefícios concedidos em todo o país.

Os beneficiários estão recebendo cartas da Previdência Social informando que sobre o agendamento da nova perícia médica. 

Segundo o INSS, cerca de 170 mil cartas foram enviadas, a estimativa é de 902 mil pessoas sejam convocadas para a reavaliação dos benefícios da Previdência. Confira mais informações. 

Saiba como deve funcionar o pente fino

O pente-fino promovido pelo INSS tem em vista a reavaliação de 902 mil benefícios, pelo menos 170 mil notificações já foram expedidas. 

O objetivo dessa nova análise é deixar de pagar os benefícios daqueles indivíduos que já não são considerados aptos para receber os auxílios do governo. 

As cartas enviadas para os beneficiários informam sobre a necessidade do agendamento da nova perícia médica. Aqueles que não derem uma resposta para a Previdência terão que lidar com a suspensão dos auxílios. 

Quem recebe benefícios como a aposentadoria por invalidez deve preparar toda a documentação, exames e laudos em dia também podem ajudar no momento da reavaliação. 

Além das 170 mil cartas já expedidas mais 732.586 beneficiários devem receber a convocatória ela pode chegar via e-mail e/ou SMS. 

Dentre os benefícios que serão revisionandos estão o Benefício de Prestação Continuada (BPC) disponibilizado para idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. 

Avaliação médica presencial e obrigatória 

A nova perícia médica deve avaliar aproximadamente 170 mil beneficiários dos auxílios concedidos para incapacidade temporária. 

Conforme as informações, a reavaliação deverá ser focada naqueles beneficiários que não possuem estimativa de volta as funções laborais. 

No dia 9 de agosto foi publicado no Diário Oficial da União a Portaria 914 que determina a obrigatoriedade da perícia médica. 

Quem for convocado poderá escolher onde realizará a perícia médica, poderão ser escolhidas agências próximas à residência do beneficiário.

São 724 agências da Previdência que realizam a perícia, contudo, apenas 619 estão em atividade. Cerca de 2.549 médicos estão escalados para a realização das perícias, o tempo de agendamento e de avaliação é de aproximadamente 39 dias. 

O resultado do procedimento de perícia deverá ser informado no mesmo dia em que for realizada a perícia. 

Quem será convocado pelo pente fino do INSS?

Deverão ser convocados para a nova perícia médica os aposentados por invalidez que não realizaram o procedimento nos últimos dois anos e os beneficiários do antigo auxílio-doença, atualmente conhecido como benefício por incapacidade temporária 

Os beneficiados do BPC (Benefício de Prestação Continuada) também deverão passar pelo procedimento, assim como os beneficiários do auxílio-acidente. 

Quem tiver recebido a notificação do INSS deverá apresentar os documentos exigidos e cumprir com as disposições informadas pela Previdência Social em um prazo de 30 dias. 

Para informar novos dados como número e endereço, basta acessar o aplicativo “Meu INSS” e atualizar as informações. 

Os convocados devem agendar a perícia médica em um prazo de 30 dias desde o recebimento da convocatória. 

Quem não responder ao chamado do Instituto Nacional do Seguro Social terá o benefício ou auxílio suspenso. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.