INSS: O que é auxílio Reclusão

0

O INSS paga um benefício mensal para os dependentes do segurado que foi preso, este benefício é chamado de auxílio-reclusão.

No conteúdo de hoje vamos esclarecer um pouco mais sobre este benefício. Acompanhe.

Entenda melhor o que é Auxílio Reclusão

Como já adiantamos acima o auxílio-reclusão é um benefício pago aos dependentes do preso, o mesmo é pago pelo INSS.

Porém para fazer jus ao benefício é necessário  cumprir alguns requisitos, vamos listar no decorrer do nosso texto.

Quem pode requerer o Auxílio Reclusão?

Para receber o auxílio os dependentes devem estar ligados a classe que vamos listar logo abaixo. Veja!

  • Filhos devem ser menores de 21 anos, ou ter algum tipo deficiência, sendo física e psicológica;
  • Cônjuge;
  • País;
  • Irmãos, sendo menores de 21 anos ou já maior portando alguma deficiência, física ou psicológica.
Designed by FOTOKITA / shutterstock
Designed by FOTOKITA / shutterstock

Objetivo do Auxílio Reclusão 

O objetivo deste benefício é amparar financeiramente os dependentes do preso.

Quais são os requisitos necessários para requerer este benefício? 

  1. Não pode estar recebendo o salário da empresa, ou qualquer tipo de benefício do INSS; 
  1. É necessário comprovar baixa renda;
  1. Comprovar também que o dependente realmente necessita desse benefício; 
  1. Sendo necessário que o preso esteja na qualidade de segurado;
  1. O preso tem que estar em regime fechado. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por Laís Oliveira