INSS: Paralisação dos médicos peritos atrasou atendimentos de segurados

Paralisação foi causada pelo corte no orçamento da autarquia

Compartilhe
PUBLICIDADE

Nesta terça-feira dia 08 a paralisação dos médicos peritos do INSS foi suspensa pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça). A paralisação estava prevista para durar 48h porém o movimento foi rapidamente suspenso pela Justiça.

O motivo da intervenção rápida ocorreu diante dos impactos que a paralisação poderia causar, afetando diretamente os segurados do INSS.

O que motivou a paralisação?

Segundo os trabalhadores, a paralisação foi causada pela “patente frustração das negociações com o Poder Executivo”. No total são 5 mil servidores trabalhando como peritos, pedindo aumento de 19,9% no salário.

A realização de concurso para suprir 3.000 vagas, distribuição igualitária de agendamentos entre os profissionais dos turnos da manhã e tarde, direito a feriados e recessos sem atendimentos e o fim de espaços na agenda sem atendimentos também são causas reivindicadas pelos servidores.

De acordo com informações da ANMP, três ofícios enviados à pasta do ministro Onyx Lorenzoni foram ignorados. A ANMP afirmou que se não houver um avanço significativo nas negociações, os profissionais ainda podem iniciar uma greve geral.

“A situação caótica que assolava a categoria não apenas se manteve, como foi profundamente agravada”, declarou.

Os cortes feitos no orçamento do INSS atingiu uma série de órgãos diante da sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro, assim que houve a homologação do Orçamento de 2022.

Desde o primeiro instante os servidores alertaram o órgão sobre estes mesmos problemas, aproveitando para fazer reclamações a respeito do sucateamento de agências.

Como ficam os segurados do INSS?

Mesmo com uma breve paralisação os cidadãos com atendimentos marcados para os dias 8 e 9 de fevereiro foram prejudicados e precisam remarcar um novo atendimento.

De acordo com a portaria publicada pelo instituto em setembro do ano passado, o instituto tem o prazo de 12 horas contadas do dia seguinte ao cancelamento para marcar um novo atendimento para os segurados atingidos por infortúnios da autarquia.

E com isso o segurado não tem responsabilidade alguma de solicitar um novo agendamento, porém o segurado do INSS deve se atentar a qualquer mudança no cenário.

Por esse motivo o segurado deverá entrar em contato com a autarquia para saber qual será a nova data e horário do atendimento. Para isso, é preciso acessar o portal Meu INSS ou ligar na Central de Atendimento 135, a partir das 13h para obter as informações necessárias.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil