INSS: Prova de Vida volta a ser exigida este ano

Em 2020, no mês de março, a prova de vida foi suspensa devido à pandemia do novo coronavírus e se estendeu até dezembro de 2021. Porém, agora ela volta a ser exigida

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) alerta aos segurados que a prova de vida volta a ser exigida neste ano. Quem não realizar o procedimento o benefício será suspenso.

Segundo o Instituto, existem cerca de 3,3 milhões de segurados que precisarão realizar a prova de vida.

Em 2020, no mês de março, a prova de vida foi suspensa devido à pandemia do novo coronavírus e se estendeu até dezembro de 2021. Porém, agora ela volta a ser exigida. 

O INSS divulgou um calendário para a realização da comprovação de vida que terá início agora em janeiro:

  • Janeiro: prova de vida vencida de novembro de 2020 a junho de 2021
  • Fevereiro: prova de vida vencida em julho e agosto de 2021
  • Março: prova de vida vencida em setembro e outubro de 2021
  • Abril: prova de vida vencida em novembro e dezembro de 2021

Benefício poderá ser suspenso, bloqueado ou cancelado

O segurado do INSS que não realizar a prova de vida poderá ter uma desagradavel surpresa, terá seu benefício cancelado de imediato. Sendo que primeiro haverá o bloqueio do benefício por dois meses, em que os valores serão pagos, mas não poderão ser sacados. Em seguida, haverá a suspensão do benefício, onde os pagamentos são cessados, mas pode ser reativado somente com uma ida na agência bancária.

Após seis meses do prazo de realização da prova de vida, há o cancelamento do benefício. Quando isso acontece, o aposentado terá que ligar para o número 135 e agendar a reativação do benefício. Esse procedimento poderá ser feito também pelo aplicativo Meu INSS.

Como fazer a prova de vida

A prova de vida pode ser realizada na agência bancária onde o segurado do INSS recebe o seu benefício. Esse procedimento pode ser feito também através dos caixas eletrônicos com o uso da biometria.

A atualização cadastral também pode ser feita através do aplicativo Meu INSS. Neste caso, é necessário ter a biometria facial cadastrada no sistema do Detran ou do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O segurado acima da idade de 80 anos e que esteja impossibilitado de sair de casa, poderá pedir que a prova de vida seja realizada em domicílio. Ele deverá agendar uma data através do número 135 ou do app Meu INSS.

Comentários estão fechados.