Luz e água podem ser cortadas por falta de pagamento?

Entenda como funciona a possibilidade de corte de água e de luz por falta de pagamento

Compartilhe
PUBLICIDADE

Segundo dados divulgados em um levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Após as dívidas com bancos, o atraso nas contas de energia elétrica é o maior problema de inadimplência junto aos consumidores.

Nesse sentido, fica explícito que a falta de pagamento nas contas de luz e também de água são um dos principais fatores de inadimplência, e uma das principais contas que os consumidores acabam atrasando.

Nesse sentido, será que o não pagamento das contas de luz e de água podem levar ao corte desses serviços, e consequentemente o cidadão ficar sem o uso de energia elétrica ou de água? Vamos descobrir agora!

Luz e água podem ser cortadas por atraso no pagamento?

Indo direto ao ponto, sim! O Código de Defesa do Consumidor (CPC) determina que os serviços públicos como o fornecimento de água e de energia devem ser prestados de forma adequada, e contínua.

Contudo, existe uma legislação específica, que permite com que as concessionárias realizem o corte no fornecimento pela falta de pagamento das respectivas contas de água e luz.

Com relação à conta de água, o prazo máximo para corte de água é de 90 dias a contar da data que a conta deveria ter sido paga.

Já no caso da energia elétrica, o prazo de corte também é de 90 dias após o vencimento da conta. Contudo, caso não seja feito nesse prazo, a concessionária não poderá mais realizar a suspensão do fornecimento do serviço.

Vale lembrar que em junho de 2020 uma legislação federal foi publicada, indicando que o corte de água e luz deve ser feito mediante aviso do dia exato em que o serviço será suspenso.

Por fim, em caso de corte, o mesmo não poderá ser feito fora do horário comercial e nem na sexta, sábado ou domingo, ou ainda 24 horas antes de feriados.

Aviso de corte

O consumidor precisa estar ciente que para haver o corte no fornecimento de energia ou água, as concessionárias estão obrigadas a informar a partir de qual data poderá haver a suspensão dos serviços.

Nesse sentido, a comunicação deve ser recebida pelo consumidor com pelo menos quinze dias de antecedência do devido corte.

Dica! As concessionárias normalmente emitem o aviso na própria conta, seja de luz ou de água, sendo assim, fique atento com a próxima fatura para não ser pego de surpresa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil