Não recebi a primeira parcela do 13º salário, e agora?

Caso você ainda não tenha recebido a sua primeira parcela do abono natalino, fique conosco e saiba mais sobre seus direitos.

Compartilhe
PUBLICIDADE

O prazo final para efetuar o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário se encerrou nesta quarta-feira (30). Já a segunda parcela, por sua vez, deve ser quitada pelas empresas até o dia 20 de dezembro.

Embora seja uma responsabilidade de todos os empregadores, é comum ocorrerem situações em que o décimo terceiro não é pago ou sofre atrasos.

Caso você ainda não tenha recebido a sua primeira parcela do abono natalino, fique conosco e saiba mais sobre seus direitos.

O que diz a lei?

A empresa que não cumprir o prazo estabelecido pela legislação pode ser sujeita a penalidades na forma de multas administrativas.

O não pagamento do décimo terceiro salário configura uma infração de acordo com a Lei 4.090/62, podendo resultar em multas de R$ 170,25 por empregado.

Em casos de reincidência, esse valor pode dobrar.

Além da penalidade administrativa em benefício do Ministério do Trabalho, o empregador também enfrenta o risco, dependendo da convenção coletiva da categoria, de ser obrigado a arcar com a correção do valor pago em atraso ao trabalhador.

Leia Também: Quanto Devo Receber De Décimo Terceiro Salário?

Não recebi a primeira parcela do 13º salário! O que devo fazer?

Se o décimo terceiro salário não foi pago até a data limite, é recomendável tomar as seguintes providências:

  • Entre em contato com o setor de recursos humanos ou financeiro da empresa para informar o problema. Exija o pagamento dos valores atrasados, incluindo a multa prevista em lei.
  • Caso a empresa não realize os pagamentos pendentes, é aconselhável procurar o sindicato da sua categoria para formalizar uma denúncia. O sindicato pode tomar medidas judiciais para assegurar o pagamento do décimo terceiro salário.
  • Se necessário, é possível buscar apoio junto ao Ministério do Trabalho e Emprego, denunciando o atraso no pagamento do décimo terceiro salário. O Ministério do Trabalho pode realizar fiscalizações na empresa e aplicar as penalidades adequadas.

É importante observar que o atraso no pagamento do décimo terceiro salário não confere ao trabalhador o direito a indenizações ou correções monetárias.

O pagamento deve ser efetuado no valor integral, sem acréscimos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação