Negócios: Como melhorar gestão financeira da empresa?

Muitas empresas só percebem que estão “Mal das pernas” quando o caixa da empresa fica negativo. Este é o momento que deve ser evitado a todo custo. É possível evitar isso aconteça, mas para isso é necessário revisar alguns maus hábitos e melhorar as finanças da empresa utilizando de ferramentas de controle.

1 – Gestão financeira contas a receber, pagar e fluxo de caixa

No inicio da empresa, o empresário investe seu dinheiro para comprar estoque (empresas de comercio), imobilizado e capital de giro para os primeiros meses. Porém após alguns meses os recursos gerados pela empresa devem ser capazes de suprir toda necessidade de caixa e manter a operação. O segredo é utilizar o controle das contas a pagar e a receber para projetar o fluxo de caixa, podendo se antecipar caso haja uma necessidade maior do que os recebíveis + Caixa disponível. Além de impedir que a empresa fique no “vermelho” também pode ser utilizado para planejar novos investimentos, pois haverá a clareza necessária dos recursos disponíveis.

Muitas vezes o empresário não tem tempo hábil para cuidar deste controle que demanda uma quantidade significante de tempo, muitas empresas inclusive a D&D realização o BPO financeiro. Que é a terceirização do controle financeiro da empresa, dando assim mais tempo para o empresário focar no que gera mais resultado

2 – Controlar prazos médios

O controle dos prazos médios de pagamento, estocagem e recebimento são ferramentas indispensáveis para realizar o cálculo da necessidade do capital de giro. Por exemplo, se a empresa compra a mercadoria a vista, demora 20 dias para vender e 30 para receber (Em média). Do pagamento até o recebimento a empresa presa de capital de giro para se manter durante os 50 dias que está financiando a operação. Este período do pagamento até o recebimento é conhecido como ciclo financeiro. Quanto menor for este indicador, menor a necessidade de caixa da empresa, com este indicador controlado fica fácil melhorar a gestão das finanças da empresa. Como melhorar os prazos médios

3 – Analisar relatórios e demonstrativos financeiros da empresa

Todas as empresas do Brasil (exceto MEI) são obrigadas a realizar a escrituração contábil da empresa. Os demonstrativos gerados pela contabilidade devem ser analisados junto ao contador para tomadas de decisões estratégicas, tais como: corte de determinada despesa, maior foco em atividades que geram maior retorno, estratégias para gerar caixa para investimentos, entre outros. Esta informação precisa estar disponível o mais rápido o possível, pois analisar números muito antigos não gera um efeito muito significativo, pois o cenário atual pode estar completamente diferente.

4 – Realizar planejamento

Planejar os ganhos e os gastos do próximo ano são essências para a melhora da gestão financeira da empresa. Pois sem um planejamento não há como mensurar se os resultados almejados estão sendo alcançados. Além da clareza, ao realizar o planejamento envolvendo sua equipe, é muito mais fácil mate-los motivados tornando muito mais fácil a conclusão do planejamento. Para criar o planejamento é necessário definir uma meta, a partir dela sejam criados planos de ação que se executados a empresa alcançará seus objetivos.

Para que o planejamento seja assertivo, alguns pontos devem ser analisados, muitas variáveis não dependem apenas da empresa para que seja alcançada a meta. Analise como está o setor em que a empresa se enquadra, a situação econômica, judicial e estrutural. Estes indicares vão mostrar como esta o caminho até a meta e assim pode-se definir a meta de forma mais assertiva.

5 – Melhorar gestão financeira PESSOAL

Neste artigo falamos de como melhorar a gestão financeira da empresa e o controle financeiro pessoal (Dos sócios e donos da empresa) é um dos pontos que é necessário muita atenção. Muitas vezes a empresa está bem financeiramente e consegue manter a operação funcionando, porém nunca consegue gerar caixa e depende do financiamento de terceiros. Isso acontece muitas das vezes porquê o sócio retira todo o lucro (muitas vezes até mais que o lucro) da empresa, que por sua vez não tem reservas para emergências. Ao realizar o controle das finanças pessoais há 2 pontos que são melhorados automaticamente: O empresário para de retirar mais que o necessário da empresa e por ter o habito de controlar os gastos pessoais, os gastos da empresa também são controlados mais facilmente. Há diversas ferramentas disponíveis na internet para auxilia-lo neste controle, tanto pagas quanto gratuitas.

Estas foram as dicas que nós da D&D contabilidade temos para apresentar a você, empresário de pequena e média empresa para melhorar a gestão financeira da sua empresa. Entre em contato conosco, teremos o maior prazer em ajuda-lo a melhorar a gestão financeira do seu negócio e podemos trabalhar juntos para que isso ocorra.

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Fonte: AGS Contabilidade Integrada

Comentários estão fechados.