Normas Contábeis: Conheça quais são as principais

É importante ressaltar que as normas contábeis estão em constante evolução e podem ser atualizadas e modificadas ao longo do tempo

Compartilhe
PUBLICIDADE

As normas contábeis são regras e procedimentos estabelecidos pelos órgãos reguladores e profissionais da contabilidade para garantir a consistência, transparência e confiabilidade das informações financeiras das empresas.

Essas normas são importantes para assegurar que as demonstrações financeiras refletem com precisão a posição financeira, o desempenho e as atividades de uma empresa.

Existem diversas normas contábeis que podem ser aplicáveis dependendo do país e do tipo de empresa. No Brasil, as principais normas contábeis são:

CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis)

Conjunto de pronunciamentos emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que busca harmonizar as práticas contábeis no país.

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) foi criado em 2005 com o objetivo de buscar a convergência das práticas contábeis brasileiras aos padrões internacionais de contabilidade.

O papel do CPC é desenvolver e emitir Pronunciamentos Técnicos, que são documentos que estabelecem as normas e procedimentos contábeis a serem seguidos pelas empresas brasileiras.

Esses Pronunciamentos são elaborados com base nas Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS), adaptadas à realidade brasileira.

Os Pronunciamentos emitidos pelo CPC têm força normativa e devem ser seguidos pelas empresas brasileiras que optam por adotar as práticas contábeis internacionalmente reconhecidas.

Além disso, o CPC também emite Interpretações Técnicas e Orientações, que são documentos complementares aos Pronunciamentos Técnicos e visam esclarecer dúvidas e interpretar as normas estabelecidas.

Leia Também: GESTÃO ORÇAMENTÁRIA: Confira Quais São Os Conceitos Básicos Do Orçamento

Normas internacionais de contabilidade

As normas internacionais de contabilidade, também conhecidas como IFRS (International Financial Reporting Standards), são um conjunto de padrões contábeis desenvolvidos pelo International Accounting Standards Board (IASB) que têm como objetivo garantir a uniformidade e a transparência nas informações financeiras apresentadas pelas empresas em todo o mundo.

As normas internacionais de contabilidade são adotadas por mais de 100 países, incluindo a União Europeia, Japão, Austrália, Canadá e muitos outros.

Entre os principais benefícios das IFRS estão a melhoria da qualidade das informações financeiras, o aumento da comparabilidade das demonstrações financeiras e a redução do custo de capital das empresas que adotam essas normas.

As IFRS abrangem diversos aspectos contábeis, como reconhecimento, mensuração, apresentação e divulgação de informações financeiras.

Algumas das normas mais importantes incluem a IFRS 9 (Instrumentos Financeiros), IFRS 15 (Receitas de Contratos com Clientes), IFRS 16 (Arrendamentos), IFRS 17 (Contratos de Seguros) e IFRS 13 (Mensuração do Valor Justo).

Leia Também: FUTURO! Os Contadores Vão Entrar Em Extinção?

Lei das Sociedades por Ações (Lei 6.404/76)

A Lei das Sociedades por Ações é uma legislação brasileira que regula a organização e o funcionamento das sociedades anônimas no país.

Ela foi instituída pelo Decreto-Lei nº 2.627, de 26 de setembro de 1940, e sofreu diversas alterações ao longo dos anos, sendo atualmente regida pela Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conhecida como Lei das S.As.

Essa lei estabelece as normas sobre a constituição, administração, fiscalização e extinção das sociedades anônimas, bem como as regras relativas à emissão de ações, à responsabilidade dos acionistas e dos administradores, ao direito de voto, às assembleias de acionistas, aos órgãos sociais e aos relatórios contábeis e financeiros que devem ser apresentados pelas empresas.

A Lei das S.As. tem como objetivo proteger os interesses dos investidores e garantir a transparência e a eficiência na gestão das empresas de capital aberto.

Além disso, ela estabelece as normas para a criação e o funcionamento de órgãos como o Conselho de Administração, a Diretoria e o Conselho Fiscal, que têm papel fundamental na gestão das sociedades anônimas.

Leia Também: Contabilidade para não contadores

Normas Brasileiras de Contabilidade (NBCs)

As Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC) são um conjunto de regras, princípios, procedimentos e orientações emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) que visam a uniformização dos procedimentos contábeis no Brasil.

As NBCs estabelecem as normas técnicas a serem seguidas pelos contadores e técnicos em contabilidade no exercício de suas funções.

As NBCs são divididas em duas categorias: as NBCs Gerais e as NBCs Específicas. As NBCs Gerais estabelecem os princípios contábeis e as diretrizes gerais a serem seguidas na elaboração e apresentação das demonstrações contábeis.

Já as NBCs Específicas tratam de assuntos específicos, como a contabilidade de custos, a contabilidade aplicada ao setor público, a contabilidade aplicada ao agronegócio, entre outras.

Leia também: Economia Empresarial Para Estudantes

CPC PME (Comitê de Pronunciamentos Contábeis para Pequenas e Médias Empresas)

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis para Pequenas e Médias Empresas (CPC PME) é um órgão responsável por emitir normas contábeis específicas para empresas de pequeno e médio porte.

O objetivo do CPC PME é fornecer orientações contábeis adequadas para as necessidades dessas empresas, considerando suas características e particularidades.

Essas normas contábeis têm como base as normas internacionais de contabilidade e são elaboradas com a colaboração de diversas entidades, como o Conselho Federal de Contabilidade e a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação.

As normas contábeis emitidas pelo CPC PME têm como finalidade facilitar o processo de registro contábil, padronizar a contabilidade dessas empresas e garantir a transparência nas demonstrações financeiras.

Dessa forma, as empresas de pequeno e médio porte podem ter uma contabilidade mais eficiente e acessível, sem a necessidade de grandes investimentos em recursos humanos e tecnológicos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação