18°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade
Anúncio

Pensão por morte do INSS pode ser acumulada com quais benefícios?

Pensão por morte do INSS pode ser acumulada com quais benefícios?

26/07/2021 às 14h46 Atualizada em 26/07/2021 às 17h46
Por: Ricardo
Compartilhe:

O acumulo de benefícios do INSS sempre causou uma série de dúvidas por parte dos segurados bem como dos trabalhadores. De modo geral, existe sim uma possibilidade de acumulação de benefícios previdenciários, seja por parte do segurado ou de seu dependente.

Continua após a publicidade

Após a Reforma da Previdência em novembro de 2019, a cumulação de benefícios previdenciários ainda existe, porém, surgiram algumas particularidades no que diz respeito a acumulação do benefício de pensão por morte.

É importante destacar que a Reforma da Previdência não atinge quem já recebia o benefício acumulado ou que já tinha direito ao acumulo antes da aplicação da Reforma.

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Benefícios que podem ser acumulados

Atualmente o segurado pode acumular a pensão com os seguintes benefícios:

  • Pensão por morte de um regime (RGPS ou RPPS) +Pensão militar.
  • Pensão por morte de um regime + Pensão por morte de outro regime
  • Pensão por morte + Aposentadoria
  • Pensão militar + Aposentadoria
  • Pensão por morte + Proventos da inatividade de servidor militar

Atenção! É possível ainda acumular duas pensões por morte, para isso é necessário que cada uma seja em um regime previdenciário diferente.

Continua após a publicidade

Benefícios que NÃO podem ser acumulados

Em vias de regra, estes benefícios não podem se acumular:

  • Pensão por Morte (RGPS) + Pensão por morte (RGPS)
  • Pensão por morte (RPPS) + Pensão por Morte (RPPS)

Como tido anteriormente, é necessário se atentar pois essas mudanças só valem se o direito ao benefício foi adquirido após a aplicação da Reforma da Previdência em novembro de 2019.

Legislação após a Reforma da Previdência

Como dito, desde a aplicação da Reforma da Previdência, o acumulo de benefícios do INSS como aposentadoria e pensão continua permitida, porém o cálculo de pagamento mudou, reduzindo assim o valor final a receber.

O fato ocorre porque agora o segurado do INSS precisa escolher o benefício mais vantajoso, geralmente aquele de maior valor, cujo qual irá receber o valor integralmente.

Continua após a publicidade

Desde a implementação da Reforma da Previdência, o segurado tem direito de 100% do valor do benefício que seja mais vantajoso e apenas uma fatia do outro benefício, apurada conforme as seguintes faixas:

Fatia do salário mínimo (valor neste ano)Percentual que será pago
1ª fatia (até R$ 1.100)100%
2ª fatia (de R$ 1.100 até R$ 2.200)60%
3ª fatia (de R$ 2.201 até R$ 3.300)40%
4ª fatia (de R$ 3.301 até R$ 4.400)20%
5ª fatia (acima de R$ 4.401)10%
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Parcialmente nublado

Mín. 18° Máx. 28°

25° Sensação
6.69km/h Vento
65% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h22 Nascer do sol
06h03 Pôr do sol
Seg 28° 20°
Ter 28° 19°
Qua 28° 20°
Qui 26° 20°
Sex 27° 19°
Atualizado às 12h08
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 0,00 %
Euro
R$ 0,00 %
Peso Argentino
R$ 0,00 %
Bitcoin
R$ 0,00 %
Ibovespa
0,00 pts %
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio