17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

FGTS - Quem pode sacar o benefício pela MP 763/16

FGTS - Quem pode sacar o benefício pela MP 763/16

17/01/2017 às 09h13 Atualizada em 17/01/2017 às 11h13
Por: Ricardo de Freitas
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Temos recebido várias indagações a respeito da possibilidade do trabalhador sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço em face da Medida Provisória editada pelo Governo no final do ano. Vamos a seguir responder algumas dúvidas: – Faço aniversário agora em janeiro quando poderei sacar o FGTS? A Medida Provisória autorizou o saque do FGTS, mas remeteu para  a Caixa Econômica Federal elaborar o calendário para o saque. A CEF até o momento não divulgou esse calendário. – O empregado que foi demitido por justa causa e está com ação na Justiça pode sacar o FGTS? A MP 763/16 autorizou o saque do FGTS das contas vinculadas a contrato de trabalho extinto até 31 de dezembro de 2015. Assim, mesmo questionando as causas da rescisão no judiciário não há impedimento da movimentação do FGTS vinculado a esse contrato de trabalho. – Quem tem várias contas do FGTS paradas por pedido de demissão e em 31.12.2015 estava trabalhando como empregado pode sacar o saldo das contas? O fato de estar empregado não impede o saque das contas vinculadas do FGTS de contratos de trabalho anteriores. Do contrato de trabalho vigente a MP 763/16 não trouxe qualquer alteração e valem as regras que já existiam (saque para a casa própria, doença grave e etc…). O trabalhador que tem mais de uma conta do FGTS vinculada a contratos de trabalho extintos antes de 31/12/2015 pode efetuar o saque em todas, pois a MP não limitou o número de contratos de trabalho. A condição é de extinção até 31/12/2015. – Quem pediu as contas no mês de junho de 2016, terá direito ao saque? Não. Quem teve a extinção do contrato de trabalho após 31/12/2015 somente movimentará o FGTS se a rescisão do contrato de trabalho for por dispensa sem justa causa ou nas outras hipóteses já existente de compra de imóvel, doença grave e etc… – O Fundo de Garantia é o tempo de serviço do trabalhador sendo que já é algo que desconta do próprio em folha? Não. O FGTS não é descontado da remuneração do trabalhador. Ao contrário, sobre o valor da remuneração do trabalhador o empregador deve “pagar” mais 8%. O pagamento não ocorre diretamente ao trabalhador, mas em depósito em conta vinculada. É certo que o valor depositado na conta do FGTS é do empregado, sendo que a movimentação ocorre nas hipóteses da lei. A MP 763/16 criou uma situação excepcional para permitir o saque em contas inativas de contratos de trabalho encerrados até 31/12/2015. Podemos verificar que os trabalhadores têm diversas dúvidas a respeito do saque do FGTS autorizado pela MP 763/16. Até este momento não foi divulgado o calendário para o saque, não havendo confirmação se será pela data do aniversário do trabalhador, mês da rescisão do contrato de trabalho ou outro critério. Embora ansiosos, os trabalhadores devem aguardar a divulgação do calendário pela CEF.   A tribuna
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
28°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 30°

27° Sensação
4.63km/h Vento
34% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h35 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 29° 15°
Qui 29° 16°
Sex 30° 18°
Sáb 30° 17°
Dom 30° 16°
Atualizado às 17h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,12 +0,30%
Euro
R$ 5,56 +0,29%
Peso Argentino
R$ 0,01 +1,01%
Bitcoin
R$ 377,456,95 +0,43%
Ibovespa
127,411,55 pts -0.27%
Publicidade
Publicidade