13°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Quais as principais propostas de alteração nas CLT para 2022?

Quais as principais propostas de alteração nas CLT para 2022?

09/01/2022 às 14h00 Atualizada em 09/01/2022 às 17h00
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:

A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) foi publicada em 1º de maio de 1943, sendo sancionada pelo presidente Getúlio Vargas durante a época do Estado Novo. Com a aprovação desta lei, surgiram os direitos trabalhistas

Continua após a publicidade

Estes direitos não mais são do que garantias e proteções asseguradas ao trabalhador em uma relação de emprego, como salário, férias e 13º salário. Conhecer os direitos do trabalhador é fundamental para garantir uma relação saudável entre empregador e colaboradores.

Ao longo dos anos, a CLT vem se atualizando. Em 2017, por exemplo, ela passou por modificações a fim de se adequar às modernizações do século. A pandemia também obrigou a rever a relação empregado-empregador. Portanto, a mudança é constante.

No final de 2021, Governo Federal já vem realizando um estudo querendo outras modificações nas normas trabalhistas para 2022. Você quer saber quais? Acompanhe.

Trabalho aos domingos

Uma das mudanças mais polêmicas diz respeito ao trabalho no domingo. Caso seja aprovada, a mudança em relação aos domingos seria que um trabalhador pode ter direito a folgar nesse dia apenas uma vez a cada dois meses.

Continua após a publicidade

​A proposta altera o artigo 67 da CLT e diz que “não há vedação ao trabalho em domingos, desde que ao menos uma folga a cada 7 (sete) semanas do empregado recaia nesse dia”.

Motoristas de aplicativos fora do regime CLT

Com relação à desvinculação do trabalhador de aplicativo, as mudanças são citadas em três capítulos. Pelo texto, o artigo 3º da CLT deverá afirmar expressamente que “não constitui vínculo empregatício o trabalho prestado entre trabalhador e aplicativos informáticos de economia compartilhada”.

Motoristas de passageiros e entregadores de alimentos, por exemplo, não poderiam ser considerados empregados de plataformas. Dessa forma, não teriam direitos previstos na CLT. Para conseguir ter os seus direitos garantidos, esses trabalhadores podem abrir um CNPJ como MEI (Microempreendedor Individual).

Alteração na lei do estagiário

Outra proposta ainda em processo de tramitação na Câmara prevê mudanças na lei do estagiário que determinam que aluno possa prorrogar o prazo de cumprimento de estágio por até 6 meses após a conclusão do curso, desde que tenha começado a estagiar enquanto possuía matrícula ativa no nível superior.

Continua após a publicidade

Além disso, o período total de anos que um estudante pode permanecer em um mesmo local de trabalho por meio de contrato de estágio foi ampliado para até 3 anos. 

Programas para jovens com FGTS Menor

Para o ano de 2022, o governo prevê a criação de novos programas que visam diminuir o número de desempregados no país.  Em especial, a iniciativa será voltada para os jovens de baixa renda e pessoas mais velhas que encontram dificuldades em conseguir uma oportunidade de emprego formal. 

Seriam os casos do Priore e do Requip. No Priore, o programa valeria para empregados que recebam até dois salários mínimos. Para trabalhadores do Priore, o repasse do FGTS seria menor, de 2% a 6%, conforme o tamanho da empresa.

Outras propostas de alteração

  • cria uma modalidade de trabalho sem direito a férias, 13º salário e FGTS; 
  • cria outra modalidade de trabalho, sem carteira assinada (Requip) e sem direitos trabalhistas e previdenciários; trabalhador recebe uma bolsa e vale-transporte;
  • cria programa de incentivo ao primeiro emprego (Priore) para jovens e de estímulo à contratação de maiores de 55 anos desempregados há mais de 12 meses; 
  • empregado recebe um bônus no salário, mas seu FGTS é menor reduz o pagamento de horas extras para algumas categorias profissionais, como bancários, jornalistas e operadores de telemarketing ;
  • aumenta o limite da jornada de trabalho de mineiros;
  • restringe o acesso à Justiça gratuita em geral, não apenas na esfera trabalhista; 
  • proíbe juízes de anular pontos de acordos extrajudiciais firmados entre empresas e empregados.

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com o Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
16°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 27°

15° Sensação
5.14km/h Vento
63% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h44 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 28° 15°
Qui 29° 16°
Sex 29° 16°
Sáb 29° 17°
Dom 31° 17°
Atualizado às 03h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,05%
Euro
R$ 5,83 +0,10%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,19%
Bitcoin
R$ 377,633,04 -1,31%
Ibovespa
119,137,86 pts -0.44%
Publicidade
Publicidade