13°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

LinkedIn autorizou o anúncio de vagas com políticas afirmativas

LinkedIn autorizou o anúncio de vagas com políticas afirmativas

31/03/2022 às 16h15 Atualizada em 31/03/2022 às 19h15
Por: Leonardo Grandchamp
Compartilhe:

Após receber questionamentos do Procon de São Paulo e do Ministério Público Federal (MPF), a plataforma LinkedIn mudou a política que não permitia anúncio de vagas de emprego com políticas afirmativas.

Continua após a publicidade

“No Brasil, agora são permitidas vagas afirmativas, inclusive para pessoas negras e indígenas”, diz o comunicado da rede social que tem como foco o mercado de trabalho, com perfis de profissionais, empresas e divulgação de oportunidades.

A plataforma havia excluído um anúncio de uma vaga de emprego, feito pelo Centro de Análise da Liberdade e do Autoritarismo (Laut), em que seria dada preferência a candidatos negros e indígenas. Na ocasião, o LinkedIn disse, pelo Twitter, que as ofertas não deveriam especificar “preferências ou requisitos relacionados a características individuais, como idade, sexo, religião, etnia, raça ou orientação sexual”.

O MPF considerou que a medida contrariava os esforços para inclusão de grupos que sofreram violências históricas no Brasil. “No âmbito público, é obrigação constitucional do Estado promover as ações afirmativas, como as cotas nas universidades públicas. Já no setor privado, não há obrigatoriedade, mas é cada vez maior o número de empresas que adotam medidas inclusivas”, disse a procuradoria em nota divulgada na semana passada.

Novo posicionamento

Em nova manifestação, a plataforma anunciou ter mudado o posicionamento sobre o tema. “Atualizamos nossa política global de anúncios de vagas para permitir a divulgação de publicações que expressem preferência por profissionais de grupos historicamente desfavorecidos na contratação em países onde esta prática é considerada legal”, diz a nota do LinkedIn.

Continua após a publicidade

A rede social reconheceu que a mudança foi motivada pelos questionamentos recebidos de órgãos públicos e dos usuários brasileiros.

"No Brasil, agora são permitidas vagas afirmativas, inclusive para pessoas negras e indígenas. Agradecemos o feedback que recebemos da nossa comunidade no Brasil. Fazer a coisa certa é importante e estamos comprometidos em continuar aprendendo e melhorando”, acrescenta o comunicado.

Empresas apoiam mudança

Empresas e diversos usuários se mostraram satisfeitos com a mudança de posicionamento do LinkedIn. Em um posicionamento conjunto, o varejista Magazine Luiza, o Nu Bank e a plataforma de entrega de refeições Ifood celebraram a nova política. “Recebemos com muita satisfação o posicionamento do LinkedIn sobre a atualização de sua política global de anúncios de empregos, de forma a permitir a divulgação de vagas afirmativas de acordo com a legislação vigente de cada país”, diz a nota das empresas divulgada na própria plataforma.

As três empresas aproveitaram a oportunidade para afirmar que têm compromisso em aumentar a inclusão no mercado de trabalho brasileiro. “Agradecemos ao LinkedIn pelo diálogo direto estabelecido conosco na semana passada, quando pudemos expor mais dados e detalhes sobre os avanços obtidos por nossas empresas nos últimos tempos, utilizando a plataforma para postar vagas afirmativas. Reiteramos nosso compromisso e apoio a estas ações, para que empresas brasileiras se tornem cada vez mais diversas e inclusivas”, acrescenta o comunicado conjunto.

Continua após a publicidade

A fabricante de cosméticos Natura também comemorou a decisão em nota divulgada pelo LinkedIn. “Em um mundo ainda profundamente marcado pela injustiça social, é dessa sensibilidade e coragem que precisamos para efetivar as transformações necessárias que ampliem o acesso de populações historicamente excluídas do mercado de trabalho digno”, diz o comunicado da empresa.

A companhia destacou ainda a importância da mobilização social em relação ao tema. “A intensa mobilização social de empresas e pessoas físicas para reverter essa decisão também nos enche de esperança e atesta a nossa crença de que o amanhã é coletivo. Juntos, podemos ir muito mais longe”, acrescenta a nota.

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar ou aprender tudo sobre o Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.

Original de Agência Brasil

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 27°

24° Sensação
3.6km/h Vento
31% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h44 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 28° 15°
Qui 29° 16°
Sex 29° 16°
Sáb 29° 17°
Dom 31° 17°
Atualizado às 18h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,44 +0,34%
Euro
R$ 5,84 +0,42%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,12%
Bitcoin
R$ 376,051,52 -2,01%
Ibovespa
119,630,44 pts 0.41%
Publicidade
Publicidade