20°C 26°C
Uberlândia, MG

Saiba porquê você não conseguirá se aposentar com o Teto do INSS

Saiba porquê você não conseguirá se aposentar com o Teto do INSS

13/06/2022 às 16h30 Atualizada em 13/06/2022 às 19h30
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:

Uma duvida muito frequente é: Contribuo com o teto do INSS, porquê não me aposentei com o valor do teto também?

Continua após a publicidade

Bom, se você já se fez essa pergunta, ou ficou assustado em saber que você não conseguirá receber o valor máximo do INSS, continue conosco que nós vamos esclarecer sua mente a cerca deste assunto.

O que é teto do INSS?

O Teto previdenciário corresponde ao valor máximo pago pelo INSS em um benefício devido ao segurado. O valor do teto previdenciário também é referência para o cálculo das contribuições previdenciárias dos beneficiários que desejam se aposentar com valores mais altos.

Esse valor é atualizado todos os anos pelo Governo Federal e tem como base a inflação mensurada pelo INPC, Índice Nacional de Preços ao Consumidor do ano anterior. E em 2022 esse valor é de R$ 7.087,22.

Por que ninguém consegue receber o teto do INSS?

Para responder essa questão é importante saber mais, como são feitos os cálculos dos benefícios concedidos antes e depois da Reforma da Previdência.

Continua após a publicidade

Mas já te adianto, é possível você receber um valor próximo ao teto do INSS, mas exatamente o valor do teto, não! Isso porque para conseguir se aposentar com o Teto Máximo do INSS é necessário grande parte das suas contribuições sejam feitas com base no valor máximo.

Ou seja, você deverá contribuir sob 20% do Texto do INSS, que atualmente é de R$ 7.087,22, um recolhimento mensal de R$1.417,44.

Já se você é empregado, deverá ter a remuneração mínima de R$ 7.087,22, para poder alcançar um valor próximo ao teto máximo no momento de solicitar a sua aposentadoria.

Mas a melhor explicação para essa pergunta é que o valor do teto é atualizado todos os anos, por isso quando os salários de contribuição são atualizados você acaba se afastando do valor do teto.

Continua após a publicidade

Por exemplo, se em 1995 você pagava um valor, que equivalia com o teto na época, hoje atualizando esse valor, você chega em um pouco mais de 6.000 reais.

É um valor ruim? Não, porém existem uma grande defasagem, considerando o teto previdenciário atual.

Com a Reforma da Previdência, a forma de cálculo do benefício foi alterada, e os cálculos de aposentadoria utilizam a média de todas as contribuições, desde 1994, o que dificultou o recebimento de aposentadoria no valor do teto do INSS.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
22°
Parcialmente nublado

Mín. 20° Máx. 26°

22° Sensação
2.06km/h Vento
78% Umidade
100% (10.23mm) Chance de chuva
06h23 Nascer do sol
06h00 Pôr do sol
Sáb 28° 20°
Dom 27° 20°
Seg 27° 20°
Ter 28° 18°
Qua ° °
Atualizado às 21h51
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,24 -0,03%
Euro
R$ 5,58 -0,07%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,43%
Bitcoin
R$ 343,638,11 -2,56%
Ibovespa
124,196,18 pts 0.02%