15°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

5 doenças que mais atacam os trabalhadores

5 doenças que mais atacam os trabalhadores

13/09/2022 às 15h58 Atualizada em 13/09/2022 às 18h58
Por: Ricardo
Compartilhe:

A atividade profissional toma parte de grande parte da nossa vida dos brasileiros praticamente todos os dias. Muitas pessoas inclusive ficam mais tempo trabalhando do que estando próximo dos seus familiares.

Continua após a publicidade

Essa é uma situação cada vez mais comum na vida de milhões de pessoas, no entanto, muitas vezes essa situação acaba cobrando um preço, onde o excesso de trabalho acaba se transformando em uma doença.

Para se ter uma noção das doenças envolvendo o ambiente de trabalho, de 2012 a 2020, o Brasil registrou 5,6 milhões de doenças e acidentes que vitimaram trabalhadores no país.

O trabalho com certeza precisa ser levado a sério, no entanto, a sua saúde deve ser ainda mais importante. Justamente por isso, hoje apresentaremos cinco doenças que mais afastam os trabalhadores em todo o país.

Síndrome de Burnout

A Síndrome de Burnout, também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional, se trata de uma doença mental que surge quando o trabalhador passa por situações desgastantes no ambiente de trabalho, seja por decorrente de muita responsabilidade ou excessos.

Continua após a publicidade

A principal causa da doença é justamente o excesso de trabalho. Esta síndrome é muito comum em profissionais que atuam diariamente sob pressão, assim como por suas responsabilidades constantes, como médicos, enfermeiros, professores, policiais, jornalistas, dentre outros.

Os principais sintomas são:

  • Cansaço excessivo, físico e mental;
  • Dor de cabeça frequente;
  • Alterações no apetite;
  • Insônia;
  • Dificuldades de concentração;
  • Sentimentos de fracasso e insegurança;
  • Negatividade constante;
  • Sentimentos de derrota e desesperança;
  • Sentimentos de incompetência;
  • Alterações repentinas de humor;
  • Isolamento;
  • Fadiga;
  • Pressão alta;
  • Dores musculares;
  • Problemas gastrointestinais;
  • Alteração nos batimentos cardíacos.

Doenças mentais

Dentre as principais causas de afastamento no trabalho, destaca-se a presença de doenças mentais ou emocionais, como a depressão e ansiedade.

Assim, algumas situações comuns no ambiente profissional moderno podem servir de gatilho para o desenvolvimento de diversas doenças mentais, tais como:

Continua após a publicidade
  • Discriminação;
  • Assédio no ambiente de trabalho;
  • Excesso de demandas e de pressão;
  • Relacionamento hostil e/ou abusivo entre chefes e trabalhadores;
  • Excessiva competitividade no ambiente de trabalho;
  • Insegurança ligada ao baixo retorno financeiro;
  • Insegurança ligada ao reconhecimento nas atividades laborais.

Os sintomas mais comuns de quem está passando por um distúrbio mental ligado ao ambiente de trabalho são:

  • Tristeza;
  • Ausência de prazer nas atividades;
  • Preocupação excessiva;
  • Falta de motivação e/ou autoestima;
  • Crises de choro e humor deprimido;
  • Irritabilidade;
  • Taquicardia;
  • Falta de motivação.

LER e DORT

As Lesões por Esforço Repetitivo (LER) e o Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho (DORT), são dois dos principais problemas que mais afastam os trabalhadores.

Ambos os termos estão ligados às doenças do sistema musculoesquelético ligamentar, dessa maneira, LER, não se trata de uma doença, mas sim um grupo de distúrbios que acometem o sistema.

Dentre as doenças mais comuns que fazem parte deste grupo, temos:

  • Bursite;
  • Tendinite;
  • Tenossinovite;
  • Túnel do carpo;
  • Epicondilite;
  • Mialgias.

Normalmente, as causas da LER ou DORT estão diretamente ligadas aos seguintes fatores:

  • Excesso de movimentos repetitivos;
  • Má postura;
  • Preparo físico insuficiente;
  • Ausência ou pouco descanso;
  • Local de trabalho inadequado;
  • Jornadas de trabalho excessivas;

Doenças respiratórias

As doenças respiratórias relacionadas ao trabalho são bem mais frequentes do que possa parecer. Geralmente, essas enfermidades aparecem ou são agravadas em razão do material suspenso no ar do local de desenvolvimento das atividades.

Dentre as principais doenças respiratórias ocupacionais temos:

  • Asma;
  • Silicose;
  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica;
  • Bissinose;
  • Câncer de pulmão.

Perda auditiva

A perda auditiva relacionada ao trabalho costuma ser mais comum do que parece e ocorre devido aos riscos existentes em determinados ambientes laborais, com exposição contínua a ruídos e barulhos intensos.

Normalmente a perda auditiva é lenta e geralmente não leva à surdez total, mas ocorre uma redução significativa e irreversível da capacidade auditiva.

Entre os principais sintomas que levam a perda auditiva podemos destacar: 

  • Zumbido nos ouvidos;
  • Tonturas;
  • Dores de cabeça;
  • Irritabilidade;
  • Desconforto diante de sons intensos;
  • Necessidade de aumentar o volume ou pedir para que pessoas que estão conversando falem mais alto. 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 15° Máx. 28°

25° Sensação
6.45km/h Vento
37% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h35 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qui 29° 15°
Sex 30° 18°
Sáb 31° 18°
Dom 30° 18°
Seg 30° 17°
Atualizado às 11h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,16 +0,70%
Euro
R$ 5,59 +0,55%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,02%
Bitcoin
R$ 381,811,64 +0,40%
Ibovespa
126,401,19 pts -0.79%
Publicidade
Publicidade