14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Haddad afirma que prioridade de Lula será a reforma tributária

Haddad afirma que prioridade de Lula será a reforma tributária

25/11/2022 às 16h32 Atualizada em 25/11/2022 às 19h32
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:

Em evento em São Paulo nesta sexta-feira (25), Fernando Haddad afirmou que prioridade do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva será a reforma tributária.

“A determinação clara de Lula é que possamos dar logo no início do próximo governo uma prioridade total à reforma tributária. Ele tentou por duas vezes ao logo dos seus últimos mandatos, com o apoio de todos os governadores. Na segunda vez, em 2007, encaminhou ao Congresso Nacional, uma Proposta de Emenda Constitucional para que promovêssemos a reforma tributária, e não obtivemos êxito”, afirmou.

Leia Também: TSE pede esclarecimentos a Lula sobre gastos durante a campanha

Proposta apresentada em 2019 

O ex-prefeito de São Paulo é um dos mais cotados para assumir o Ministério da Fazenda do novo governo. Ele lembrou que Lula já havia tentado aprovar uma reforma tributária, porém sem sucesso.

Porém, ele disse que nos últimos anos, a medida "amadureceu" e possivelmente agora ela será aprovada. "Me parece que o presidente Lula vai dar prioridade no ano que vem à aprovação dessa primeira etapa da reforma tributária, que diz respeito a alguns tributos. Mas, na sequência, pretende encaminhar uma proposta de reformulação de impostos sobre renda e patrimônio para completar o círculo de reforma dos tributos no Brasil", disse.

"O compromisso do presidente com a agenda de realizar em 2023 a reforma tributária conta com o apoio da sociedade, inclusive do setor bancário, para que a gente tenha êxito no ano que vem. Uma reforma que é essencial e estrutural", afirmou.

A proposta de reforma tributária apresentada em 2019 e que está atualmente sob análise na Câmara dos Deputados.

Leia Também: Diretor-geral da PRF vira réu por improbidade administrativa

Reformular impostos

“Na sequência, [Lula] pretende encaminhar uma proposta de reformulação dos impostos sobre renda e patrimônio para completar o ciclo de reforma dos tributos no Brasil, que qualquer advogado tributarista consultado vai dizer que é um verdadeiro caos o que estamos vivendo no Brasil, afugentando investimentos e atrapalhando os investidores que estão sediados no Brasil”, disse.

Sobre o orçamento, Haddad disse que novo governo deve ser protagonista no quesito transparência.

“Temos uma tarefa de reconfigurar o Orçamento e dar a ele mais transparência. Insisto em um aspecto: sem tirar protagonismo do Congresso. Às vezes, as pessoas imaginam que mais transparência significa menos protagonismos, e não é verdade. Congresso pode e deve participar da gestão do Orçamento, no que diz respeito aos direcionamento dos recursos para despesas que os parlamentares consideram prioritárias, mas não significa se descomprometer com a transparência e com a eficiência do gasto público”, afirmou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
19°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

18° Sensação
4.12km/h Vento
52% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Sex 28° 15°
Sáb 28° 15°
Dom 30° 17°
Seg 31° 17°
Ter 31° 18°
Atualizado às 09h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,41 -0,78%
Euro
R$ 5,80 -1,06%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,41%
Bitcoin
R$ 377,655,82 +1,29%
Ibovespa
120,261,34 pts 0.53%
Publicidade
Publicidade