16°C 29°C
Uberlândia, MG
Publicidade

"Pente-fino": PT vai verificar cadastro de beneficiários do Auxílio Brasil

"Pente-fino": PT vai verificar cadastro de beneficiários do Auxílio Brasil

29/11/2022 às 17h09 Atualizada em 29/11/2022 às 20h09
Por: Jorge Roberto Wrigt
Compartilhe:

A equipe de transição do novo governo vem observando que não precisa apenas garantir o pagamento para o novo Bolsa Família no valor de R$ 600. Será preciso a realização de "um pente-fino" nos benefícios, especialmente nas concessões individuais.

Continua após a publicidade

Segundo matéria da Agência Estado, a equipe de transição avaliou que o País passou a enfrentar uma distorção no Cadastro Único, o que causou um forte crescimento na quantidade de famílias compostas por apenas um integrante (unipessoais) – incluídas pelo programa social. Em agosto, cerca de 5,3 milhões estavam nessa condição.

Leia Também: Reino Unido implantará um dos mais duros regimes regulatórios para a internet

De acordo com o Ministério da Cidadania, foi instaurado um procedimento para averiguar o aumento de famílias unipessoais que foram beneficiadas. A pasta também afirmou que também faz um “tratamento de todo o público do Cadastro Único” em parceria com a Dataprev.

A apuração nos casos das famílias unipessoais deverá ser feita a partir dos cadastrados incluídos ou atualizados após novembro de 2021, quando somavam 2,2 milhões. Isso vai forçar 3 milhões de beneficiários a fazer uma atualização em seus dados para que não tenham seu benefício bloqueado.

Continua após a publicidade

Equipe de transição

O que vem preocupando a equipe de transição é a qualidade do cadastro e o que o governo Lula vai receber de herança que será deixada pela apuração aberta pelo Ministério da Cidadania.

Uma das coordenadoras da área de assistência social da transição, Tereza Campello disse que “isso vai impactar o governo, vamos assumir com um processo em que não fomos consultados”, e concluiu: “não estou reclamando de o governo ter aberto esses processos, mas deveria ter feito isso antes.”

Outra preocupação do novo governo foi o alerta dado pelo TCU (Tribunal de Contas da União, que segundo Campello, famílias serão chamadas para comparecer ao Cras.

“O governo Lula vai assumir com 1 milhão de pessoas sendo chamadas em janeiro e 2 milhões de pessoas sendo chamadas em fevereiro para comparecer ao Cras ou (os benefícios) vão ser bloqueados”.

Continua após a publicidade

Ela também está preocupada porque as famílias vão deixar de receber o benefício, o que vai levá-las ao Cras para saber o que está acontecendo.

 “A pessoa não vai receber e o que ela vai fazer? Vai no Cras tentar saber o que aconteceu. Vamos ter o governo assumindo com um monte de fila.”

Leia Também: MEI tem direito ao auxílio-doença do INSS?

Regra atual do Auxílio Brasil

Terão direito ao Auxílio Brasil as famílias extremamente pobres que têm renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00 (cento e cinco reais) e as famílias pobres que têm renda familiar per capita de R$ 105,01 (cento e cinco reais e um centavo) e R$ 210,00 (duzentos e dez reais).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
20°
Tempo limpo

Mín. 16° Máx. 29°

20° Sensação
4.63km/h Vento
83% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h37 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Ter 27° 15°
Qua 28° 14°
Qui 29° 16°
Sex 29° 17°
Sáb 28° 17°
Atualizado às 02h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,17 +0,00%
Euro
R$ 5,61 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,07%
Bitcoin
R$ 374,625,78 -0,64%
Ibovespa
124,305,57 pts -0.34%
Publicidade
Publicidade