15°C 29°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Papa Francisco pede menos gastos com o natal e mais doações para Ucrânia

Papa Francisco pede menos gastos com o natal e mais doações para Ucrânia

15/12/2022 às 09h57 Atualizada em 15/12/2022 às 12h57
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:
Foto: Reuters / Vatican Media / Direitos Reservados / Agência Brasil
Foto: Reuters / Vatican Media / Direitos Reservados / Agência Brasil

Nesta quarta-feira (14), o Papa Francisco fez um pedido ao mundo, em seu discurso o Papa pede para que as pessoas diminuam seus gastos com o Natal e enviem tal economia para o povo Ucraniano.

Continua após a publicidade

"É lindo celebrar o Natal, mas vamos baixar o nível de gastos do Natal. Vamos ter um Natal mais humilde, com presentes mais humildes, e enviar o que economizarmos para o povo ucraniano, que precisa", disse ele.

Ele fez questão de lembrar que o povo está sofrendo muito, passando fome e frio, também lembrou das mortes que estão acontecendo por falta de médicos e enfermeiras.

O líder católico frisou que devemos sim celebrar o natal, mas "com os ucranianos em nossos corações".

Leia Também: Presidente da Ucrânia faz denuncia de “crime contra a humanidade” 

Continua após a publicidade

Papar Francisco se emociona ao falar sobre o povo Ucraniano

Na semana passada, o Papa se emocionou ao falar da Guerra da Ucrânia durante a missa de celebração no dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

"Virgem Imaculada, hoje eu gostaria de trazer-lhe os agradecimentos do povo ucraniano (pela paz)", disse ele antes de ser dominado pela emoção e ter que parar."

Ele já se referiu ao país como uma nação martirizada, em certo ponto de seu discurso, o papa não conseguiu conter as lágrimas, o líder católico ficou alguns segundos em silêncio, onde a multidão incluindo o prefeito de Roma, Roberto Gualtieri, o aplaudiu.

Logo após ele retomou a fala, porém interrompeu novamente a leitura, pois não conseguiu conter a emoção. Mesmo emocionado o papa terminou dizendo: "Os agradecimentos do povo ucraniano pela paz que há muito tempo pedimos ao Senhor. Ao invés disso, devo lhe apresentar a súplica das crianças, dos idosos, dos pais e das mães, dos jovens daquela terra martirizada — continuou, com a voz embargada pela emoção. — Olhando para ti, que és sem pecado, podemos continuar a acreditar e esperar que o amor vença o ódio, que a verdade vença a falsidade, que o perdão vença a ofensa e que a paz prevaleça sobre a guerra. Assim seja!"

Continua após a publicidade

Leia Também: Guerra! Relatório da ONU aponta que mais de 6 mil civis ucranianos morreram 

Criticas a Rússia

Desde que a guerra entre Ucrânia e Rússia começou, Papa Francisco não tem poupado críticas ao presidente russo Vladimir Putin. Em grande parte de suas aparições públicas, o papa menciona o conflito.

Ele chegou a comparar a guerra com a Operação Reinhard, ato nazista que matou cerca de 2 milhões de pessoas. O papa em seus discursos fez uso de palavras duras, como "extermínio", "martírio de agressão" e "genocídio".

Durante todo esse período, ele não poupou esforços a se oferecer inúmeras vezes como mediador para o fim do conflito, porém sem sucesso, e diante do que estamos vendo agora e de todo esse tempo de guerra, esse pedido está longe de ser atendido.

Francisco, declarou a um jornalista após seu discurso na semana passada, que a guerra é "uma derrota para a humanidade".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
29°
Tempo limpo

Mín. 15° Máx. 29°

28° Sensação
3.43km/h Vento
31% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Sex 30° 17°
Sáb 30° 18°
Dom 30° 16°
Seg 30° 18°
Ter 26° 15°
Atualizado às 14h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,16 +0,09%
Euro
R$ 5,58 -0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,13%
Bitcoin
R$ 368,850,09 -2,55%
Ibovespa
124,655,72 pts -0.79%
Publicidade
Publicidade