Quinta, 29 de Fevereiro de 2024
23°

Tempo nublado

Uberlândia, MG

Dólar com.

R$ 4,97

Euro

R$ 5,39

Peso Arg.

R$ 0,01

Anúncio
News Yahoo Feridas

Feridas nos Pés Diabéticos: Todo cuidado é pouco!

Feridas nos Pés Diabéticos: Todo cuidado é pouco!

20/01/2023 11h05 Atualizada há 1 ano
0
Por: Leonardo Grandchamp

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que pelo menos 463 milhões de pessoas sofrem de algum tipo de diabetes. Desse total, calcula-se que 9,3% dos adultos, entre 20 e 79 anos vivem com diabetes. Além disso, 1,1 milhão de crianças e adolescentes com menos de 20 anos apresentam diabetes tipo 1. Com a perspectiva de aumento de 51%, considera-se para o ano de 2045, aproximadamente, 700 milhões de pessoas com a doença.

Dentre as complicações da diabetes está o pé diabético que requer bastante atenção e cuidados. 

“Devido problemas de circulação, o que dificulta a chegada do sangue, principalmente aos pés, as pessoas diabéticas perdem a sensibilidade no local e não sentem dor, o que faz com que não percebam quando se machucam. Isso acaba dificultando o processo de cicatrização, podendo causar a morte do tecido, tornando uma simples lesão em um problema bastante sério, como necrose ou gangrena”, explica o Dr. Fernando Bacalhau, Cirurgião Vascular da HAS Clínica.

Dr. Fernando elenca alguns cuidados importantes para a prevenção de feridas:

  • Examine os pés diariamente ou peça a alguém para verificar se há alterações ou lesões;
  • Nunca ande sem proteger os pés em meias e sapatos adequados. Um especialista pode recomendar sapatos especiais para ajudar a prevenir deformidades;
  • Coloque os pés para cima quando estiver sentado, mexa os dedos periodicamente e faça exercícios frequentes se não houver feridas;
  • Corte a unha dos pés em linha reta e as mantenha curtas. As unhas arredondadas nas pontas podem crescer para dentro, levando à infecção;
  • Trate os calos e joanetes com cuidado. Nunca raspe calo ou tire pele excedente, pois isso aumenta o risco de infecção;
  • Hidrate a pele dos pés com atenção para manter a região entre os dedos sempre seca.

Leia também: Pé Diabético é a causa de até 70% das amputações não traumáticas de membros inferiores

 “Quem tem diabetes deve observar os pés frequentemente e procurar por pequenas feridas, áreas avermelhadas, alterações nas unhas, bolhas e mudança no formato dos pés. Também devem ficar atentos à falta de sensibilidade no local. No caso de existir algum problema, é muito importante procurar um médico o mais breve possível, a prevenção ajuda o paciente diabético a melhorar, de um modo geral, a qualidade de vida e o seu bem-estar”, finaliza o Cirurgião Vascular da HAS Clínica.

O HAS Clínica* é um centro de especialidades orientado para a saúde integral: prevenção, atenção primária e promoção da saúde, visando garantir que o paciente assuma o protagonismo da sua qualidade de vida.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.