14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Ranking mundial da corrupção: Brasil fica em 94° lugar pelo 3° ano seguido

Ranking mundial da corrupção: Brasil fica em 94° lugar pelo 3° ano seguido

31/01/2023 às 13h52 Atualizada em 31/01/2023 às 16h52
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

A transparência internacional divulgou hoje (31/01), o ranking mundial da corrupção, entre os 180 países analisados, o Brasil aparece na posição de número 94.

Continua após a publicidade

Esse é o terceiro ano consecutivo que o Brasil mantém um desempenho ruim, de acordo com a organização o índice de percepção da corrupção mede como especialistas e empresários enxergam a integridade do setor público.

Dos 180 países pesquisados, Etiópia Argentina, Tanzânia e Marrocos obtiveram a mesma nota que no Brasil. Entre os países mais corruptos aparece nas piores colocações: Iêmen, Venezuela, Sudão do Sul, Síria e Somália.

As cinco melhores colocações, ou seja, onde a corrupção é combatida, estão: Dinamarca em primeiro lugar Finlândia, Nova Zelândia, Noruega e Singapura.

Leia Também: Presidente Lula retira indicações a cargos no governo feitas pelo ex-presidente Bolsonaro

Continua após a publicidade

Pontuação Brasileira no ranking

A nota vai de 0 a 100, onde 0 significa “altamente corrupto” e 100 significa “muito íntegro”. Ou seja, Quanto melhor a posição no ranking, menos o país é considerado corrupto.

Posicionamento do Brasil nos últimos anos:

  • 2022 - 94ª posição - 38 pontos
  • 2021 - 96ª posição - 38 pontos
  • 2020 - 94ª posição - 38 pontos
  • 2019 - 106ª posição - 35 pontos

Comparação com países menos corruptos:

  • 1º lugar - Dinamarca - 90 pontos
  • 2º lugar - Finlândia - 87 pontos
  • 3º lugar - Nova Zelândia - 87 pontos

Leia Também: Escândalos em meio a guerra: Casos de corrupção provocam demissões na Ucrânia

Continua após a publicidade

Retrocesso brasileiro

Nesse mesmo relatório global que mede a percepção sobre a corrupção, a transparência internacional afirmou que o ex-presidente Jair Bolsonaro provocou um processo de "desmanche acelerado" dos Marcos legais institucionais anticorrupção que o Brasil havia levado décadas para construir.

O texto também cita que o país sofreu uma degeneração sem precedentes no regime democrático, combinando nos ataques de 8 de janeiro à praça dos Três Poderes que chocaram o mundo.

Para a organização um dos fatores que levou o Brasil a ficar em um posicionamento ruim no ranking deste ano, foi o fato do ex-presidente de Bolsonaro ter utilizado o seu mandato desde o dia primeiro do governo para se blindar e blindar a família das investigações sobre as denúncias de corrupção "fortemente comprovadas".

O relatório diz ainda que Bolsonaro garantiu proteção a usar o chamado "orçamento secreto" para esvaziar o apoio à tramitação de processos de impeachment no Congresso Nacional.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
28°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

27° Sensação
6.16km/h Vento
28% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h43 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Sáb 28° 15°
Dom 28° 15°
Seg 29° 15°
Ter 29° 15°
Qua 30° 16°
Atualizado às 15h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,38 +0,36%
Euro
R$ 5,75 -0,05%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,96%
Bitcoin
R$ 372,332,67 -2,11%
Ibovespa
119,467,41 pts -0.08%
Publicidade
Publicidade