19°C 32°C
São Paulo, SP
Publicidade

IR 2023: movimentações do Pix devem ser declaradas? 

IR 2023: movimentações do Pix devem ser declaradas? 

08/03/2023 às 14h51 Atualizada em 08/03/2023 às 17h51
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Com o grande avanço tecnológico no que diz respeito às transações financeiras, o Sistema de Pagamentos Instantâneos, chamado de PIX, revolucionou a forma como o brasileiro realiza operações bancárias.

Embora ofereça muitas facilidades, é preciso refletir sobre os impactos do uso do PIX na declaração de Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF).

Por ter custo menor e operações quase instantâneas, passou a ser mais um meio de pagamento para as empresas e negócios. Logo, um novo recurso que gera receita, dados e não passa despercebido pelo Fisco. 

São muitas as facilidades do sistema. E, ao contrário do que se pensa, a Receita Federal é informada de cada movimentação bancária via PIX que o contribuinte efetua dentro do ano-calendário. 

Por serem mapeadas, essas transferências podem trazer impactos na declaração do imposto de renda de pessoas físicas. E também precisam de atenção especial quanto à tributação das empresas. 

Leia também: Como Declarar Os Gastos Com Saúde No Imposto De Renda 2023?

Pix deve ser declarado no Imposto de Renda 2023?

Para não cair na malha fina, o contribuinte - seja pessoa física ou jurídica - precisa ficar atento ao somatório de rendimentos em relação ao somatório de movimentações feitas de forma eletrônica.  Não é necessária a declaração detalhada dos movimentos financeiros via PIX, somente ao somatório.

Recentemente Confaz alterou o Convênio ICMS nº 134/2016 por meio do Convênio ICMS  nº 166/2022, incluindo o PIX no rol de instrumentos de pagamento. Com isso, as operações estão obrigadas a serem fornecidas ao Fisco pelas Instituições Financeiras e os Intermediadores através da Declaração de Informações de Meios de Pagamentos.

Pagamentos e recebimentos, sejam via PIX ou por outra modalidade de pagamento, podem ter de ser declarados na sessão de pagamentos efetuados ou nas fichas de rendimentos, a serem observadas as regras específicas.

Para a pessoa jurídica, é importante que o total de notas fiscais emitidas seja maior do que o total de movimentação via Pix, semelhante a outros sistemas de pagamento utilizados, como cartão de crédito e débito, dinheiro e ticket refeição.

Leia também: Pensão alimentícia em 2023 é isenta do Imposto de Renda.…

Como se preparar para preencher o IR 2023?

O prazo para a entrega este ano vai de 15 de março a 31 de maio. Portanto, já deixe tudo pronto para a declaração do Imposto de Renda 2023. Para ter mais tranquilidade em todo o processo, vale seguir alguns passos, como por exemplo:

  • Obter informações e documentação aplicável com antecedência, como os recibos de despesas dedutíveis;
  • Pagar os tributos dentro do prazo devido e guardar os comprovantes de pagamento;
  • Organizar as informações e documentos referentes a compras e vendas de bens, como imóveis, veículos ou ações;
  • Acompanhar o recebimento de eventuais notificações por parte das autoridades para evitar irregularidades;
  • Buscar informações, em caso de dúvidas, nos canais oficiais da Receita Federal do Brasil para receber uma orientação adequada.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Paulo, SP
22°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 32°

22° Sensação
2.06km/h Vento
81% Umidade
40% (1.91mm) Chance de chuva
06h03 Nascer do sol
06h32 Pôr do sol
Ter 31° 20°
Qua 26° 20°
Qui 27° 20°
Sex 28° 21°
Sáb 29° 21°
Atualizado às 04h09
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,95 -0,06%
Euro
R$ 5,38 +0,13%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,26%
Bitcoin
R$ 341,311,45 +3,42%
Ibovespa
129,180,37 pts 0.12%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade