13°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Minha Casa, Minha Vida: Governo irá financiar 2 milhões de moradias até 2026

Minha Casa, Minha Vida: Governo irá financiar 2 milhões de moradias até 2026

18/04/2023 às 13h56 Atualizada em 18/04/2023 às 16h56
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:
Foto: Joédson Alves / Agência Brasil / logo minha casa minha vida / editado por Jornal Contábil
Foto: Joédson Alves / Agência Brasil / logo minha casa minha vida / editado por Jornal Contábil

Até 2026, espera-se que o programa Minha Casa, Minha Vida contrate 2 milhões de habitações, com algumas alterações feitas pelo governo nas contratações, incluindo mudanças nos limites de subsídios e faixas de renda.

Continua após a publicidade

Para o grupo de famílias com menor renda, conhecido como faixa 1, a renda mensal atendida foi aumentada de R$ 1,8 mil para R$ 2,64 mil. Já na faixa 2, o limite foi elevado para R$ 4,4 mil, e na faixa 3 para R$ 8 mil.

Leia também: Veja Como Se Inscrever No Programa Minha Casa Minha Vida 2023

Ampliação do benefício

Durante uma entrevista concedida ao programa A Voz do Brasil, o ministro das Cidades, Jader Filho, explicou que as mudanças realizadas permitirão que um maior número de famílias tenha acesso ao benefício, além de acompanhar o reajuste do salário mínimo.

O ministro também ressaltou a importância de que os imóveis financiados estejam localizados próximos a centros urbanos, para garantir o acesso dos moradores a serviços essenciais, como postos de saúde e escolas.

Continua após a publicidade
Em Santo Amaro (BA), Lula assina medida provisória que reintroduz o programa Minha Casa, Minha Vida.
Foto: Ricardo Stuckert

De acordo com Jader Filho, a meta de construir 2 milhões de unidades habitacionais será distribuída de acordo com o déficit habitacional de cada região e estado.

Subsídios  

O subsídio é a parcela do financiamento que é paga pelo governo, utilizando recursos provenientes da União e de fundos específicos.

Os limites de subsídio para moradias do programa foram expandidos pelo governo, com valores que agora chegam a:

  • R$ 170 mil para unidades habitacionais em áreas urbanas, operadas com fundos de Arrendamento Social e Desenvolvimento Social;
  • R$ 75 mil em áreas rurais, com recursos provenientes da União; e
  • R$ 40 mil para melhorias em unidades habitacionais localizadas em áreas rurais, também com recursos da União.

O limite máximo pode ser ampliado caso ocorra a instalação de um sistema de energia solar ou a requalificação do imóvel para fins habitacionais.

Continua após a publicidade

Leia também: O Que Você Precisa Saber Sobre O Cadúnico Para Programas Sociais?

Obras a todo vapor

De acordo com o ministro, mais de 11 mil unidades habitacionais que estavam paralisadas foram reativadas, e é esperado que cerca de 9 mil delas sejam entregues até o final de abril.

“Quando assumimos, tínhamos 186 mil contratos ativos, mas cerca de 83 mil unidades estavam paralisadas. Trabalhamos duro, em colaboração com os entes municipais e estaduais, para retomar mais de 11 mil obras que estavam paradas, algumas há mais de 10 anos”, afirmou o ministro.

Até o momento, aproximadamente seis mil famílias já receberam as moradias. “Para as pessoas que atualmente estão vivendo em situações precárias, como em moradias alugadas, em situação de rua ou em áreas de risco, o tempo é essencial”, enfatizou o ministro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
24°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 27°

23° Sensação
2.57km/h Vento
35% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h44 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Ter 28° 14°
Qua 29° 15°
Qui 29° 16°
Sex 29° 17°
Sáb 29° 18°
Atualizado às 18h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,90%
Euro
R$ 5,83 +1,07%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,19%
Bitcoin
R$ 383,034,50 +1,07%
Ibovespa
119,137,86 pts -0.44%
Publicidade
Publicidade