15°C 29°C
Uberlândia, MG
Publicidade

eSocial: cruzamento de dados pode levar empresas à malha fina

eSocial: cruzamento de dados pode levar empresas à malha fina

17/05/2023 às 10h41 Atualizada em 17/05/2023 às 13h41
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:
Imagem por @our-team / freepik / esocial / editado por Jornal Contábil
Imagem por @our-team / freepik / esocial / editado por Jornal Contábil

Entender como funciona o cruzamento do imposto de renda no eSocial é essencial para não cair na malha fina. Anualmente, o sistema de cruzamento da Receita Federal é aperfeiçoado. Por isso, é fundamental se manter atento às novidades. 

Continua após a publicidade

Em 2022, pouco mais de 1 milhão de contribuintes caíram na malha fina da Receita Federal por conta de inconsistências nas informações declaradas no imposto de renda da pessoa física – a DIRPF. 

A quantidade de contribuintes foi 18% maior que a de 2021, segundo a Receita Federal. 

Atenção também a possíveis incoerências em relação aos empregados domésticos. De acordo com a Receita Federal, ao preencher a declaração completa de Imposto de Renda, o contribuinte pode abater parte do valor pago aos empregados domésticos com tributos.

Os valores a se deduzir são correspondentes ao INSS e, para que se possa inserir estes valores, os recolhimentos das contribuições devem existir. Por esse motivo, o fisco começou a conferir as informações declaradas, comparando-as com as inseridas no sistema eSocial.

Continua após a publicidade

Leia também: Quais Informações Devem Constar No ESocial Doméstico?

A Receita Federal alerta que as regras para retenção em malha não são permanentes e podem haver alterações de um ano para outro. Por esse motivo, é importante ficar atento aos critérios de preenchimento.

Imagem: @freepik / editado por Jornal Contábil
Imagem: @freepik / editado por Jornal Contábil

Cruzamento de Dados no eSocial

Dessa forma, para evitar cair na malha fina é preciso se certificar que a empresa não está omitindo ou fornecendo informações incorretas. O eSocial é um projeto do governo federal que busca digitalizar e unificar o envio das informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas das empresas. 

Assim, a  Receita já consegue cruzar dados de um contribuinte com o de terceiros. Por exemplo, uma indústria faz sua declaração e o sistema consegue comparar as informações que foram enviadas com as de empresas de varejo, distribuidoras e instituições bancárias.

Continua após a publicidade

Outro exemplo é um contribuinte que declarou um valor de compra e venda. Cruzam os valores no sistema de nota fiscal. Com isso, a Receita Federal consegue identificar se há incompatibilidade entre as informações declaradas.

Por fim, em caso de dúvidas, o contribuinte deve pedir auxílio a um profissional de contabilidade que é o mais capacitado para essa função.

Imposto de Renda na Prática
Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana. 

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre Imposto de Renda. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, vídeo aulas simples e didáticas, passo a passo de cada procedimento na prática. 
LINK: https://irpratica.com/?utm_source=afiliados&utm_campaign=ir_hotmart&ref=V11505256R

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
29°
Tempo limpo

Mín. 15° Máx. 29°

28° Sensação
3.43km/h Vento
31% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Sex 30° 17°
Sáb 30° 18°
Dom 30° 16°
Seg 30° 18°
Ter 26° 15°
Atualizado às 14h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,16 +0,10%
Euro
R$ 5,57 -0,08%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,09%
Bitcoin
R$ 368,294,05 -2,71%
Ibovespa
124,561,84 pts -0.87%
Publicidade
Publicidade