18°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade
Anúncio

Dívidas com mais de 5 anos, Serasa faz novo anúncio

Dívidas com mais de 5 anos, Serasa faz novo anúncio

08/08/2023 às 10h41 Atualizada em 08/08/2023 às 13h41
Por: Bia Montes
Compartilhe:
Imagem: kitzcorner / freepik
Imagem: kitzcorner / freepik

Milhões de brasileiros estão com dívidas atrasadas e muitos deles gostariam de saber mais informações, o Jornal Contábil explica.

Imagem: justocker / freepik

O ano de 2023 carrega um marco pesado, milhões de brasileiros estão endividados. Os últimos anos não foram fáceis para boa parte da população, principalmente devido aos impactos provocados pela pandemia da covid-19. E um dos principais desafios que os consumidores ainda precisam enfrentar no Brasil é o aumento das dívidas.

Continua após a publicidade

Para ter uma ideia do tamanho do problema, cerca de 78,5% das famílias do país possuíam alguma dívida em julho de 2023. Os dados fazem parte da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), que informa o percentual de endividados do país.

Além disso, o levantamento também revelou que 28,5% das famílias estavam com dívidas atrasadas, ou seja, já podiam estar negativados, com o nome “sujo”. Em resumo, os brasileiros tentam fugir dessa estatística, mas nem todos conseguem honrar seus compromissos e acabam indo parar nos cadastros de proteção ao crédito.

Leia também: Meu Nome Foi Parar No Serasa. Vou Perder Meu Passaporte E Meu Crédito?

Aliás, milhares de pessoas têm dívidas há muitos anos, e podem não ter solucionado a questão por diversos motivos. De todo modo, muitas destas dívidas já prescreveram, mas nem todos sabem o que isso quer dizer.

Continua após a publicidade

Credor pode entrar na Justiça e cobrar dívida

Muitas empresas que estão sem receber o pagamento de alguma dívida pode tentar receber o crédito através da via administrativa. Em síntese, a empresa pode enviar o nome do devedor aos órgãos de proteção ao crédito, para exigir o pagamento do débito.

Contudo, caso isso não resulte no recebimento do crédito, a empresa pode tentar a via judicial. O problema é que esse meio de conseguir receber os valores devidos é mais caro, demorado e burocrático.

Cabe salientar que o Código Civil Brasileiro traz os prazos de prescrição de vários tipos de dívidas, que variam entre si. Por isso, cabe ao credor observar esses prazos ao entrar na Justiça para conseguir o pagamento devido.

Continua após a publicidade

Passado esse prazo, o credor não poderá mais recorrer a via judicial para cobrar a dívida. No entanto, ela ainda poderá ser cobrada por meios administrativos. Isso quer dizer que uma dívida prescrita não desaparece, ela continua existindo.

Leia também: Desenrola Brasil Impulsiona Serasa A Renegociar 1,2 Mi De Dívidas

O credor não poderá manter o nome e o CPF do devedor em bancos de dados de empresas de proteção ao crédito, mas ainda poderá cobrar os valores devidos. Em síntese, as dívidas deixam de ser “negativadas” e são “atrasadas”. A cobrança só cessará com o pagamento integral do valor devedor, que resultará na restauração da reputação financeira do negativado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
19°
Parcialmente nublado

Mín. 18° Máx. 28°

19° Sensação
2.58km/h Vento
84% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h22 Nascer do sol
06h03 Pôr do sol
Seg 28° 20°
Ter 28° 19°
Qua 28° 20°
Qui 26° 20°
Sex 27° 19°
Atualizado às 03h08
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,12 +0,00%
Euro
R$ 5,46 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,10%
Bitcoin
R$ 349,152,38 -3,85%
Ibovespa
125,946,09 pts -1.14%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio