19°C 32°C
São Paulo, SP
Publicidade

Qual máximo de horas extras o trabalhador pode fazer por dia?

Qual máximo de horas extras o trabalhador pode fazer por dia?

09/10/2023 às 15h32 Atualizada em 09/10/2023 às 18h32
Por: Ricardo
Compartilhe:
Foto: cezarvr / freepik
Foto: cezarvr / freepik

Muitos profissionais se veem, em algum momento, estendendo suas jornadas além do estabelecido, seja para cumprir uma demanda crescente, sanar falhas em determinados processos, ou até para dar vida a novas iniciativas na empresa. Essas horas adicionais, conhecidas como horas extras, não só fazem parte da dinâmica de muitos ambientes de trabalho como também são respaldadas pela legislação.

O conceito de horas extras é definido como aquele período trabalhado que ultrapassa a jornada padrão acordada em contrato. Elas surgem quando o empregado, por solicitação ou consentimento do empregador, realiza tarefas em contextos específicos, delineados pela legislação trabalhista.

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estipula que essas horas, ao ultrapassarem o horário padrão, devem ser pagas com um adicional de, no mínimo, 50% acima do valor da hora convencional. Embora seja um benefício garantido, é importante notar que há um teto para o número de horas extras que podem ser executadas diariamente.

Leia também | Qual O Valor Do Salário-Família Por Filho?

Quantas horas extras pode ser feito por dia?

A legislação estabelece que um profissional só pode estender sua jornada de trabalho em até 2 horas por dia, independentemente da modalidade de seu contrato. Assim, para um empregado com uma jornada diária de 8 horas, ele pode, ao máximo, trabalhar 10 horas, considerando as horas extras.

Contudo, há circunstâncias que permitem exceções a essa norma. Por exemplo, em situações onde há atividades urgentes, que, se não concluídas naquele dia, poderiam trazer danos para o negócio.

Nesses casos excepcionais, o empregador pode requerer que o funcionário desempenhe até 4 horas extras. No entanto, é mandatório que essa exceção seja notificada ao Ministério do Trabalho.

Além da restrição diária, a CLT também impõe um teto semanal para horas extras. O empregado está limitado a cumprir, no total, 10 horas extras na semana, respeitando-se, claro, o limite diário estabelecido.

É essencial que as organizações monitorem esses limites e mantenham registros adequados, assegurando a aderência à legislação vigente.

Qualquer trabalhador pode fazer hora extra?

Não! Nem todo profissional está habilitado a realizar horas extras. Existem categorias e situações específicas onde isso não é permitido. São elas:

  • Funcionários com atividades externas cuja natureza não permite controle rígido de horários;
  • Líderes de setores, gerentes e membros da diretoria (a menos que a lei preveja uma exceção);
  • Jovens em formação e menores de idade;
  • Aqueles que estão sob regime de trabalho parcial, com até 25 horas semanais.

Vale ressaltar que, mesmo nessas categorias, há situações atípicas. Por exemplo, um jovem em formação que excede sua jornada habitual pode ter esse tempo extra compensado, permitindo que ele encerre suas atividades mais cedo em outro dia da semana.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Paulo, SP
27°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 32°

29° Sensação
4.12km/h Vento
68% Umidade
40% (1.91mm) Chance de chuva
06h03 Nascer do sol
06h32 Pôr do sol
Ter 31° 20°
Qua 26° 20°
Qui 27° 20°
Sex 28° 21°
Sáb 29° 21°
Atualizado às 10h11
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,95 -0,21%
Euro
R$ 5,37 -0,05%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,68%
Bitcoin
R$ 346,843,95 +5,26%
Ibovespa
128,710,75 pts -0.36%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade