17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Volume de serviços cai 0,9% no mês de agosto

Volume de serviços cai 0,9% no mês de agosto

17/10/2023 às 11h13 Atualizada em 17/10/2023 às 14h13
Por: Leonardo Grandchamp
Compartilhe:
Imagem por @katemangostar / freepik
Imagem por @katemangostar / freepik

O volume de serviços no Brasil registrou uma queda de 0,9% em agosto deste ano, quando comparado com o mês anterior, marcando a primeira retração após três meses consecutivos de crescimento. No período de maio a julho, o setor havia acumulado um ganho de 2,1%.

Continua após a publicidade

Conforme os dados revelados pela Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (17), o setor ainda demonstra crescimento de 0,9% quando comparado a agosto do ano passado. Além disso, acumula um aumento de 4,1% no ano e 5,3% em um período de 12 meses.

Leia também: Confira a Inflação oficial de setembro segundo o IBGE 

Dentre as cinco atividades analisadas pelo IBGE, quatro apresentaram queda na transição de julho para agosto deste ano, sendo o setor de transportes (-2,1%) o que teve a maior retração. Em particular, o subsetor de armazenagem, serviços auxiliares aos transportes e correio registrou uma queda expressiva de 5,5%.

Rodrigo Lobo, pesquisador do IBGE, destacou que a administração de portos e terminais, que faz parte do subsetor de armazenagem, serviços auxiliares aos transportes e correio, tem enfrentado desafios há algum tempo, resultando em um impacto significativo na pesquisa. Além disso, o transporte de cargas havia atingido seu pico em julho de 2023, o que significa que a base de comparação estava alta.

Continua após a publicidade

Leia também: Setor De Serviços Cresce 4,7% No Primeiro Semestre

Outras três atividades do setor também apresentaram queda: serviços prestados às famílias (-3,8%), informação e comunicação (-0,8%), e outros serviços (-1,4%). Apenas os serviços profissionais, administrativos e complementares registraram um aumento de 1,7% no mês.

O índice especial de atividades turísticas caiu 1,5% de julho para agosto. Embora o segmento de turismo esteja 4,3% acima do nível pré-pandemia (fevereiro de 2020), ainda está 3,1% abaixo do ponto mais alto da série histórica (fevereiro de 2014).

Em relação à receita nominal, o setor de serviços sofreu uma redução de 0,2% de julho para agosto, porém, manteve um crescimento de 3,3% em comparação a agosto do ano anterior. No acumulado do ano, o aumento foi de 7,8%, e em um período de 12 meses, a receita nominal cresceu 9,8%.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
23°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 30°

23° Sensação
2.57km/h Vento
49% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h35 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 29° 15°
Qui 29° 16°
Sex 30° 18°
Sáb 30° 17°
Dom 30° 16°
Atualizado às 20h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,12 +0,00%
Euro
R$ 5,56 +0,02%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,66%
Bitcoin
R$ 381,312,01 +0,97%
Ibovespa
127,411,55 pts -0.27%
Publicidade
Publicidade