17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Ministra Esther Dweck comenta suspensão do concurso da Receita Federal

Ministra Esther Dweck comenta suspensão do concurso da Receita Federal

19/10/2023 às 14h14 Atualizada em 19/10/2023 às 17h14
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Na quarta-feira, 18, Esther Dweck, a ministra encarregada da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, fez comentários sobre a suspensão do concurso da Receita Federal.

Continua após a publicidade

Durante uma entrevista no programa "Bom dia, ministra" do Governo Federal, ela mencionou a necessidade de uma análise detalhada do caso, visto que a seleção foi realizada no governo anterior.

Ela declarou: "Trata-se de um concurso que ocorreu anteriormente. As questões legais são direcionadas ao próprio ministério, no caso da Receita Federal, ao Ministério da Fazenda. Neste momento, não posso oferecer uma resposta definitiva, pois preciso examinar minuciosamente a situação."

No início de outubro, por determinação judicial, o concurso da Receita Federal foi suspenso indefinidamente.

O Curso de Formação (CF), que já estava em andamento, foi interrompido até que a seleção possa ser retomada.

Continua após a publicidade

A decisão foi proferida pela Justiça da 9ª Vara Federal do Distrito Federal. O juiz Leonardo Tavares Saraiva acatou um pedido de antecipação de tutela do Ministério Público Federal (MPF) após a abertura de inúmeros processos que apontaram falhas nas provas objetivas.

De acordo com o Ministério Público Federal, a prova realizada no concurso teria desrespeitado o edital ao incluir tópicos que não faziam parte do conteúdo programático estabelecido. O MPF solicitou a anulação de nove questões do exame, além de um item de outro.

O juiz Leonardo Tavares Saraiva concordou com o pedido do MPF e determinou a suspensão do curso de formação do concurso com o objetivo de "evitar riscos de desigualdade no processo seletivo".

Leia também: Concurso Nacional Unificado: Veja A Lista Definitiva De Participantes

Continua após a publicidade

Comunicado

Em 18 de outubro, a Fundação Getulio Vargas (FGV), que é a instituição responsável pela organização do concurso, emitiu um comunicado em seu site em conformidade com a liminar judicial:

“A Fundação Getulio Vargas (FGV) informa que, em cumprimento da decisão liminar proferida nos autos da ação civil pública número 1095454-04.2023.4.01.3400, estão suspensas temporariamente as atividades referentes à segunda etapa do concurso público para provimento de vagas nos quadros da Carreira Tributária e Aduaneira da Receita Federal do Brasil – Curso de Formação Profissional. Estão sendo adotadas todas as medidas cabíveis para reverter a referida decisão e retomar imediatamente o Curso de Formação Profissional”. 

Se as questões forem anuladas de acordo com a decisão judicial, a banca organizadora será obrigada a atribuir a pontuação das questões anuladas a todos os candidatos afetados.

Isso levará à revisão das listas de aprovados, uma vez que a pontuação atualizada terá um impacto nas classificações dos candidatos.

Com as listas atualizadas, o concurso da Receita Federal terá que proceder com a inclusão dos novos aprovados nas próximas etapas do processo seletivo, garantindo que esses candidatos tenham a oportunidade de participar das fases subsequentes do concurso.

Essa medida visa a assegurar a equidade e a justiça no processo seletivo, de acordo com a decisão judicial.

Leia também: Concurso TST: Confira As Principais Datas

Novo concurso

A ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, responsável por analisar e autorizar concursos federais, informou que um novo concurso para a Receita Federal está em análise e pode ser autorizado em 2024.

Ela destacou que o órgão tem uma demanda para o próximo ano, a qual está sendo avaliada. A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, também mencionou a realização de concursos para o IBGE, Ipea, auditores e a Receita Federal.

No entanto, até o momento, somente o concurso da Receita Federal ainda não recebeu a autorização do governo atual para ser realizado.

Essas informações foram compartilhadas durante uma aula magna no campus de Araraquara da Unifesp, conforme relatado pela CNN.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
28°
Parcialmente nublado

Mín. 17° Máx. 30°

28° Sensação
5.14km/h Vento
39% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h35 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 29° 15°
Qui 29° 16°
Sex 30° 18°
Sáb 30° 17°
Dom 30° 16°
Atualizado às 14h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,11 +0,20%
Euro
R$ 5,55 +0,20%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,89%
Bitcoin
R$ 376,201,46 +0,20%
Ibovespa
127,581,30 pts -0.13%
Publicidade
Publicidade