15°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

7 doenças que podem garantir a estabilidade no emprego

7 doenças que podem garantir a estabilidade no emprego

23/10/2023 às 14h10 Atualizada em 23/10/2023 às 17h10
Por: Ricardo
Compartilhe:
Imagem de lanalima por Pixabay
Imagem de lanalima por Pixabay

A garantia de estabilidade no emprego devido a doenças é um direito frequentemente desconhecido por muitos trabalhadores. No entanto, é crucial entender que nem todas as condições de saúde proporcionam esse benefício.

A estabilidade no emprego, nesse contexto, está intimamente relacionada às doenças ocupacionais ou aquelas originárias do ambiente de trabalho. É importante ressaltar que, de acordo com a legislação trabalhista, essa estabilidade é temporária, mas pode assegurar até 12 meses durante os quais o trabalhador não corre o risco de ser demitido.

Neste artigo, exploraremos em detalhes os direitos e as condições que envolvem essa estabilidade, fornecendo informações valiosas para os trabalhadores compreenderem seus direitos e proteções quando enfrentam desafios de saúde relacionados ao trabalho.

Leia também | Acidente De Trabalho: Quais Os Tipos E Os Direitos Garantidos Pela Lei

Doença ocupacional x doença do trabalho

Entender as nuances entre doenças ocupacionais e doenças do trabalho é fundamental para garantir uma proteção adequada aos trabalhadores. Ambos os conceitos estão definidos na Lei 8.213/91, que regula os benefícios da Previdência Social, mas suas origens e implicações são distintas.

Doença Ocupacional: Essa categoria abrange as condições de saúde desencadeadas diretamente pelo exercício das funções laborais. Em outras palavras, são enfermidades relacionadas às particularidades e atividades específicas desempenhadas no ambiente de trabalho. Por exemplo, um digitador que desenvolve lesões por esforço repetitivo devido ao uso constante do teclado é um caso típico de doença ocupacional.

Doença do Trabalho: Por outro lado, as doenças do trabalho estão relacionadas às condições gerais do ambiente laboral. Isso significa que essas enfermidades não dependem da atividade específica do trabalhador, mas sim das características do local onde ele exerce suas funções. Um exemplo seria um funcionário que desenvolve problemas respiratórios devido à exposição frequente a substâncias tóxicas no ambiente de trabalho, como poeira ou produtos químicos.

Portanto, a diferença essencial entre esses dois tipos de enfermidades está na origem do problema: enquanto as doenças ocupacionais estão ligadas às atividades específicas desempenhadas no trabalho, as doenças do trabalho são influenciadas pelas condições do ambiente de trabalho em si. Ambas são importantes e devem ser reconhecidas e tratadas para garantir a saúde e os direitos dos trabalhadores.

Doenças que geram direito a estabilidade

A Portaria nº 2.309, que estabelece a Lista de Doenças Relacionadas ao Trabalho (LDRT), desempenha um papel fundamental na proteção dos trabalhadores no ambiente laboral. As enfermidades listadas nesta regulamentação são consideradas "ocupacionais", o que significa que, quando um trabalhador é diagnosticado com uma dessas doenças, ele adquire estabilidade no emprego.

Isso implica que o empregador não pode demiti-lo durante um período determinado, geralmente até que ele se recupere ou seja considerado apto para retornar ao trabalho.

Aqui estão algumas das principais doenças que conferem estabilidade no emprego e são amplamente reconhecidas:

1. Lesão por Esforço Repetitivo (LER): A LER é uma condição que se desenvolve devido a movimentos repetitivos e prolongados no ambiente de trabalho. É uma doença que pode afetar trabalhadores de diversas áreas e que causa dor e desconforto significativos.

2. Surdez Ocupacional: A exposição a níveis elevados de ruído no ambiente de trabalho pode resultar em perda auditiva temporária ou permanente. Essa condição é especialmente comum em indústrias ruidosas.

3. Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT): A DORT é um termo abrangente que engloba vários distúrbios musculoesqueléticos, frequentemente causados por posturas inadequadas e esforço excessivo no trabalho.

4. Neoplasia Maligna (Câncer): O câncer pode ser desencadeado ou agravado por exposições ocupacionais a agentes carcinogênicos. Ele pode afetar diversas partes do corpo, incluindo ossos, órgãos internos, pele e articulações.

5. Dermatoses Ocupacionais: A exposição a substâncias nocivas no local de trabalho pode levar a alterações na pele, como dermatites de contato, ulcerações, infecções e cânceres cutâneos.

6. Asma Ocupacional: Essa doença respiratória ocorre devido à inalação de substâncias tóxicas no ambiente de trabalho, resultando na obstrução das vias respiratórias.

7. Antracose Pulmonar: Trabalhadores expostos à inalação de partículas de carvão ou poeira no ambiente de trabalho estão sujeitos a lesões pulmonares, incluindo antracose pulmonar.

A identificação e reconhecimento dessas doenças como ocupacionais são essenciais para garantir a proteção e os direitos dos trabalhadores. A estabilidade no emprego proporcionada por essas condições visa assegurar que os trabalhadores tenham o tempo necessário para se recuperar e retornar ao trabalho em condições seguras e saudáveis.

É importante observar que essa estabilidade no emprego não impede a busca de tratamento adequado e a reabilitação, mas protege os trabalhadores contra a demissão injusta devido à sua condição de saúde ocupacional.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
23°
Tempo limpo

Mín. 15° Máx. 28°

22° Sensação
4.12km/h Vento
43% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h45 Pôr do sol
Ter 30° 16°
Qua 30° 17°
Qui 31° 18°
Sex 31° 17°
Sáb 32° 18°
Atualizado às 10h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,38 -0,98%
Euro
R$ 5,78 -0,60%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,38%
Bitcoin
R$ 351,083,88 -3,59%
Ibovespa
122,650,05 pts 1.08%
Publicidade
Publicidade