17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Quanto tempo tenho que trabalhar para receber o seguro-desemprego?

Quanto tempo tenho que trabalhar para receber o seguro-desemprego?

26/10/2023 às 14h32 Atualizada em 26/10/2023 às 17h32
Por: Ricardo
Compartilhe:
Foto: cezarvr / freepik
Foto: cezarvr / freepik

O seguro-desemprego, como o próprio nome sugere, representa uma rede de segurança fundamental para os trabalhadores em momentos de desafio profissional. Esse benefício entra em cena quando um trabalhador é desligado de seu emprego sem justa causa, oferecendo um suporte financeiro crucial durante um período transitório de incertezas.

Continua após a publicidade

Em essência, o seguro-desemprego consiste em um valor pago ao trabalhador por um período que varia entre três a cinco meses. Essa assistência financeira visa assegurar que, enquanto busca ativamente uma nova oportunidade de emprego, o trabalhador não fique desamparado em relação à sua renda.

No entanto, a obtenção do seguro-desemprego está sujeita a uma série de regras e critérios que precisam ser rigorosamente observados. Além da condição primordial de não ter sido demitido por justa causa, a duração e a elegibilidade para o benefício dependem diretamente do tempo de serviço do trabalhador com registro em carteira.

Neste texto, exploraremos em detalhes as regras e os requisitos essenciais que regem o seguro-desemprego, destacando a importância de compreender plenamente os critérios para garantir acesso a esse importante amparo financeiro em tempos de mudança e transição profissional.

Leia também | A Empresa É Obrigada A Fornecer Adiantamento De Salário?

Continua após a publicidade

Requisitos para garantir o seguro-desemprego

A concessão do seguro-desemprego está condicionada a uma série de regras fundamentais, sendo a demissão por justa causa o primeiro critério determinante. Isso ocorre porque a demissão por justa causa resulta na perda de diversos direitos trabalhistas, incluindo o acesso ao seguro-desemprego.

Uma vez confirmado que o trabalhador não foi demitido por justa causa, outro fator essencial que influencia a aprovação do benefício é a quantidade de meses trabalhados, um elemento crucial que impacta diretamente na elegibilidade para o seguro-desemprego. Vejamos em detalhes:

  • Primeira Solicitação do Seguro-Desemprego: O trabalhador deve ter acumulado no mínimo 12 meses de trabalho, não necessariamente consecutivos no último emprego, mas sim a soma do tempo trabalhado em diferentes vínculos.
  • Segunda Solicitação do Seguro-Desemprego: Para obter o benefício na segunda solicitação, é necessário que o último emprego tenha uma duração mínima de 9 meses.
  • A Partir da Terceira Solicitação: A partir da terceira solicitação do seguro-desemprego em diante, o trabalhador deverá ter trabalhado por pelo menos 6 meses no último emprego.

Entender e cumprir esses requisitos é fundamental para garantir o acesso ao seguro-desemprego e usufruir desse importante suporte financeiro em um período de transição profissional. Por isso, é crucial estar ciente dessas regras e critérios para garantir seus direitos trabalhistas.

Quantas parcelas cada trabalhador pode receber

A duração do seguro-desemprego é flexível e varia entre três e cinco parcelas, dependendo do histórico de trabalho nos últimos 36 meses anteriores à data da demissão. Vamos desvendar como funciona:

Continua após a publicidade

Primeira Solicitação do Seguro-Desemprego:

  • Se você trabalhou entre 12 a 23 meses nos últimos 36 meses, terá direito a receber 4 parcelas.
  • Caso tenha trabalhado pelo menos 24 meses nos últimos 36 meses, receberá o benefício completo de 5 parcelas.

Segunda Solicitação do Seguro-Desemprego:

  • Se seu último emprego teve duração de 9 a 11 meses nos últimos 36 meses, você receberá 3 parcelas.
  • Para aqueles que trabalharam entre 12 a 23 meses, o benefício será de 4 parcelas.
  • Aqueles que comprovarem pelo menos 24 meses de trabalho nos últimos 36 meses ainda receberão as 5 parcelas completas.

A Partir da Terceira Solicitação do Seguro-Desemprego em Diante:

  • Para a terceira solicitação e subsequentes, o padrão é o seguinte:
  • 3 parcelas para quem trabalhou de 6 a 11 meses nos últimos 36 meses.
  • 4 parcelas para quem acumulou entre 12 e 23 meses de trabalho no mesmo período.
  • 5 parcelas para quem possui um histórico sólido de pelo menos 24 meses de trabalho nos últimos 36 meses.

Essas regras definem o número de parcelas que você pode receber do seguro-desemprego, refletindo a importância de um histórico de trabalho consistente e a necessidade de apoio financeiro durante o desemprego. É fundamental estar ciente desses critérios para planejar suas finanças e tomar decisões informadas.

Como solicitar o seguro-desemprego

Quando se trata de solicitar o seguro-desemprego, é importante conhecer as diferentes opções disponíveis. Veja como você pode fazer isso de maneira eficaz:

  • Pela Internet:
    1. Acesse o Portal Emprega Brasil.
    2. Clique na opção "Entrar com Gov.br".
    3. Informe seu CPF e prossiga com o processo.
    4. Complete as etapas necessárias, incluindo reconhecimento facial no app Gov.br (iOS e Android) se for o caso.
    5. Após a autenticação, escolha a opção "Seguro-desemprego" e siga as instruções para solicitar o benefício, incluindo a inserção do número do requerimento do seguro-desemprego.
  • Através do Aplicativo:
    1. Baixe o aplicativo Carteira de Trabalho Digital (disponível para iOS e Android).
    2. Registre-se fornecendo informações pessoais, como CPF, nome completo, celular e e-mail.
    3. Complete as etapas de validação, que podem incluir verificação por e-mail ou SMS.
    4. Após o registro, acesse o aplicativo com suas credenciais e vá para a seção "Benefícios".
    5. Selecione "Seguro-desemprego" e siga as instruções, inserindo o número do requerimento do seguro-desemprego quando solicitado.
  • Atendimento Presencial:Se preferir o atendimento presencial, você pode recorrer às unidades das Superintendências Regionais do Trabalho. Para isso, agende o atendimento através da central 158.

Independente da opção escolhida, esteja preparado com as informações necessárias, como o número do requerimento do seguro-desemprego, que geralmente é fornecido pelo empregador. Conhecer esses métodos facilita o processo de solicitação do seguro-desemprego, garantindo que você tenha acesso ao benefício quando mais precisa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
28°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 30°

27° Sensação
4.63km/h Vento
34% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h35 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 29° 15°
Qui 29° 16°
Sex 30° 18°
Sáb 30° 17°
Dom 30° 16°
Atualizado às 17h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,12 +0,30%
Euro
R$ 5,56 +0,29%
Peso Argentino
R$ 0,01 +1,01%
Bitcoin
R$ 377,456,95 +0,43%
Ibovespa
127,411,55 pts -0.27%
Publicidade
Publicidade