17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Governo propõe novo limite de faturamento do MEI 'escalonado' para 2024

Governo propõe novo limite de faturamento do MEI 'escalonado' para 2024

09/11/2023 às 14h16 Atualizada em 09/11/2023 às 17h16
Por: Ricardo
Compartilhe:
Imagem: rafastockbr / shutterstock
Imagem: rafastockbr / shutterstock

No cenário econômico atual do Brasil, a atualização dos limites de faturamento para se tornar um microempreendedor individual (MEI) e para as faixas de empresas do Simples Nacional se tornou uma questão crucial para os micro e pequenos empresários. Com o limite atual de R$ 81 mil por ano para o MEI e um teto de R$ 4,8 milhões para as empresas do Simples Nacional, a discussão sobre a necessidade de ajustar esses limites ganha destaque.

Continua após a publicidade

Durante o Seminário Políticas Públicas de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, revelou um anteprojeto de programa de fomento aos pequenos negócios no Rio Grande do Sul.

Este projeto visa estabelecer um fundo garantidor de R$ 40 milhões para apoiar 50 mil empreendimentos, injetando R$ 480 milhões em quatro anos, com fontes de financiamento provenientes do governo estadual, cooperativas de crédito, bancos e emendas parlamentares. Mário Bruck, coordenador do Fórum Gaúcho das Micro e Pequenas Empresas (Fortalece RS), ressaltou a importância de uma política de estado para gerenciamento, crédito acessível e suporte ao mercado, visando reduzir a taxa de mortalidade das empresas.

Ele enfatizou que o objetivo principal é diminuir a mortalidade das empresas e melhorar o ambiente de negócio para micro e pequenas empresas. Bruck também destacou que esse fundo garantidor criaria uma carta de crédito de até 80% para os micros e pequenas empresas, inclusive para os empreendedores que têm menos de dois anos de atividade.

Leia também | MEI: Você Sabe Quais São Suas Obrigações Em 2024? 

Continua após a publicidade

Novo limite de faturamento do MEI deve ser escalonado

O Ministro da Micro e Pequena Empresa, Márcio França, compartilhou um plano para aumentar anualmente em 20% os limites do Microempreendedor Individual (MEI) até a implementação de uma regra automática. Ele destacou a possibilidade de criar uma escala em que empreendedores que ultrapassarem o limite do MEI paguem apenas uma diferença sobre o valor adicional, seguindo o modelo de Imposto de Renda.

Além disso, para auxiliar os microempreendedores inadimplentes, França informou que está em discussão com o ministro Fernando Haddad a criação de um programa de renegociação de dívidas, inspirado no Programa Desenrola.

O governo federal pretende oferecer financiamentos com fundos federais para auxiliar empreendedores, com foco em proporcionar tratamentos preferenciais para negócios de menor porte. França também destacou que os R$ 65 milhões do recurso de R$ 100 milhões, liberado para os empresários atingidos pelos eventos climáticos no RS, já foram retirados por 1.300 empresários gaúchos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
28°
Parcialmente nublado

Mín. 17° Máx. 30°

28° Sensação
5.14km/h Vento
39% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h35 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 29° 15°
Qui 29° 16°
Sex 30° 18°
Sáb 30° 17°
Dom 30° 16°
Atualizado às 14h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,11 +0,20%
Euro
R$ 5,55 +0,21%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,93%
Bitcoin
R$ 377,430,25 +0,53%
Ibovespa
127,528,97 pts -0.17%
Publicidade
Publicidade