18°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade
Anúncio

Saiba o que é o sal-gema e por que sua extração gerou problemas em Maceió

Saiba o que é o sal-gema e por que sua extração gerou problemas em Maceió

04/12/2023 às 09h15 Atualizada em 04/12/2023 às 12h15
Por: Leonardo Grandchamp
Compartilhe:
Sal-Gema / Imagem de Tawatchai / Freepik
Sal-Gema / Imagem de Tawatchai / Freepik

Em Maceió, parte da população vive momentos de apreensão, após a prefeitura da capital alagoana decretar situação de emergência devido ao iminente colapso em uma das minas de sal-gema exploradas pela petroquímica Braskem no bairro do Mustange. Este episódio é mais um capítulo de uma saga que começou em 2018, quando afundamentos foram registrados em cinco bairros, resultando na realocação de aproximadamente 60 mil moradores que tiveram que abandonar seus lares.

Continua após a publicidade

O risco iminente de colapso em uma das 35 minas operadas pela Braskem tem sido monitorado pela Defesa Civil de Maceió, e foi identificado devido ao aumento no afundamento. A empresa reconhece a possibilidade de um grande desabamento na área, ressaltando que também existe a chance do solo se acomodar. Um eventual colapso poderia gerar um tremor de terra e criar uma cratera maior que o estádio do Maracanã. No entanto, as consequências precisas ainda são desconhecidas, com o governo federal acompanhando de perto a situação.7

Leia também: Projetos preveem penas de até 5 anos por aumento de preços abusivos durante calamidade pública

A questão que se coloca é: o que é o sal-gema? Ao contrário do sal comum utilizado na culinária, obtido do mar, o sal-gema é encontrado em depósitos subterrâneos formados ao longo de milhares de anos pela evaporação de partes do oceano. Portanto, o cloreto de sódio encontrado no sal-gema é acompanhado por diversos minerais.

Conhecido também como halita, o sal-gema é comercializado para uso doméstico, sendo facilmente encontrado nos supermercados. Um exemplo é o sal extraído do Himalaia, que apresenta uma tonalidade rosa devido às características da região, e é considerado um tipo de sal-gema.

Continua após a publicidade

Além do uso na culinária, o sal-gema é uma matéria-prima versátil para a indústria química. É empregado, por exemplo, na produção de soda cáustica, ácido clorídrico, bicarbonato de sódio, sabão, detergente e pasta de dente, sendo amplamente utilizado na fabricação de produtos de limpeza, higiene e até mesmo em produtos farmacêuticos.

Leia também: Economia Fica Estagnada No 3º Trimestre, Aponta FGV

Indústria

Inicialmente, a exploração em Maceió concentrou-se na produção de dicloroetano, uma substância essencial na fabricação de PVC. Não por acaso, desde a inauguração de sua unidade industrial em Marechal Deodoro, próxima a Maceió, em 2012, a Braskem consolidou-se como a principal produtora de PVC no continente americano. Outras indústrias, incluindo as de celulose e vidro, também utilizam o sal-gema em seus processos produtivos.

A exploração do sal-gema, assim como de outros minerais, está sujeita a licenciamento ambiental e é rigorosamente fiscalizada pela Agência Nacional de Mineração (ANM). Internacionalmente, o Brasil desempenha um papel relevante nesse mercado. Em 2002, foram extraídas 7 milhões de toneladas, segundo dados da ANM. Entretanto, o ranking do último ano revela que os três principais produtores globais têm uma produção muito mais expressiva em comparação com os demais: China (64 milhões de toneladas), Índia (45 milhões) e Estados Unidos (42 milhões).

Continua após a publicidade

Em Maceió, a exploração das minas teve início em 1976 pela empresa Salgema Indústrias Químicas, que foi estatizada e posteriormente privatizada. Em 1996, passou a se chamar Trikem e, em 2002, após a fusão com outras empresas menores, finalmente adotou o nome Braskem, com controle majoritário do Grupo Novonor, anteriormente conhecido como Grupo Odebrecht. A Petrobras também detém uma participação acionária significativa na empresa, com 47% das ações, compartilhando o controle acionário com a Novonor. Atualmente, a Braskem expandiu suas operações não apenas no Brasil, mas também em outros países, incluindo Estados Unidos, México e Alemanha.

Escavação

Em Maceió, o processo de exploração envolvia a perfuração de poços até atingir a camada de sal, que por vezes se encontra a profundidades superiores a mil metros. Posteriormente, água era injetada para dissolver o sal-gema, formando uma salmoura. Utilizando um sistema de pressão, essa solução era então conduzida até a superfície. Após a extração, era necessário preencher esses poços com uma solução líquida para manter a estabilidade do solo.

O problema em Maceió surgiu devido ao vazamento dessa solução líquida, resultando na formação de vazios na camada de sal. Uma hipótese levantada por pesquisadores sugere uma possível relação com falhas geológicas na região. Como consequência, a instabilidade no solo desencadeou um tremor de terra sentido em março de 2018, ocasionando afundamentos nos bairros de Pinheiro, Mustange, Bebedouro, Bom Parto e Farol.

Com o surgimento de novos tremores e o aparecimento de rachaduras em residências e vias públicas, a Braskem anunciou o encerramento da exploração das minas em maio de 2019. A empresa afirma ter desembolsado R$ 3,7 bilhões em indenizações e auxílios financeiros para moradores e comerciantes dessas localidades. No entanto, uma parcela dos afetados busca reparação por meio de ações judiciais. O caso também está sendo discutido em processos movidos pelo Ministério Público Federal (MPF).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
20°
Tempo limpo

Mín. 18° Máx. 28°

20° Sensação
3.09km/h Vento
83% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h22 Nascer do sol
06h03 Pôr do sol
Seg 28° 20°
Ter 28° 19°
Qua 28° 20°
Qui 26° 20°
Sex 27° 19°
Atualizado às 06h08
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,12 +0,00%
Euro
R$ 5,46 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,10%
Bitcoin
R$ 350,062,53 -3,60%
Ibovespa
125,946,09 pts -1.14%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio