13°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Doença de Paget: Saiba mais sobre a doença que pode levar à aposentadoria

Doença de Paget: Saiba mais sobre a doença que pode levar à aposentadoria

08/01/2024 às 11h16 Atualizada em 08/01/2024 às 14h16
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:
Imagem por @DCStudio / freepik
Imagem por @DCStudio / freepik

A Doença de Paget, também conhecida como osteíte deformante, é uma condição óssea crônica e rara que afeta o processo normal de remodelação dos ossos.

Continua após a publicidade

Embora muitas pessoas possam gerenciar os sintomas com tratamentos adequados, em casos mais graves, a doença pode levar a limitações significativas, impactando a capacidade de trabalho e, em alguns casos, levando à necessidade de aposentadoria por invalidez.

O que é a Doença de Paget?

A Doença de Paget, ou osteíte deformante, é uma condição óssea crônica que desafia os limites do esqueleto adulto, trazendo consigo uma aceleração anormal do processo de renovação óssea em áreas específicas.

Essa perturbação leva à substituição da matriz óssea normal por osso mole, resultando em um aumento no tamanho e na deformidade do osso afetado.

A Doença de Paget, embora rara, apresenta uma prevalência notável em determinadas regiões geográficas e grupos populacionais.

Continua após a publicidade

A condição é mais comum em indivíduos com mais de 50 anos, sendo os idosos mais suscetíveis.

Regiões como o Reino Unido, Estados Unidos e Austrália registram taxas mais elevadas de incidência, sugerindo possíveis influências ambientais ou genéticas específicas nessas áreas.

Leia Também: Representante Legal Pode Receber Benefício Do INSS?

Sintomas da doença de Paget

Os sintomas da doença de Paget podem ser leves ou graves e podem variar dependendo da localização da doença. Os sintomas comuns incluem:

Continua após a publicidade
  • Dor óssea, geralmente nos quadris, pernas, coluna ou crânio
  • Deformidade óssea, como curvatura da coluna ou aumento do tamanho da cabeça
  • Fraturas, que podem ser mais comuns em pessoas com doença de Paget
  • Perda auditiva, que pode ser causada pela compressão do nervo auditivo por osso afetado
  • Outros sintomas, como inchaço, fadiga e febre

O diagnóstico da doença de Paget é feito por radiografia. A radiografia pode mostrar áreas de osso aumentado e amolecido.

Outros exames que podem ser realizados incluem exame de sangue, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Leia Também: Conheça Todos Os Benefícios Oferecidos Pelo INSS

Tratamento

O objetivo do tratamento da doença de Paget é controlar os sintomas e mitigar o risco de complicações.

Geralmente, a abordagem terapêutica inclui a administração de medicamentos bisfosfonatos, que desempenham um papel crucial ao retardar o processo de remodelação óssea.

Em situações mais complexas, a intervenção cirúrgica pode ser necessária para corrigir deformidades ósseas ou tratar fraturas.

A ausência de tratamento adequado para a doença de Paget pode resultar em complicações graves, tais como:

  1. Osteoartrite
  2. Fratura patológica
  3. Compressão neural
  4. Osteossarcoma, um tipo de câncer ósseo

O prognóstico da doença de Paget varia conforme a gravidade da condição. Em linhas gerais, pacientes com formas leves da doença têm um prognóstico favorável.

No entanto, aqueles que apresentam casos mais graves podem enfrentar um maior risco de complicações.

O acompanhamento médico regular é fundamental para monitorar a evolução da doença e ajustar o plano de tratamento conforme necessário, garantindo uma gestão eficaz e a melhoria da qualidade de vida dos indivíduos afetados.

Leia Também: Conheça Todos Os Benefícios Oferecidos Pelo INSS

Benefícios do INSS

No Brasil, a Doença de Paget é considerada uma doença grave, conforme o Código Internacional de Doenças (CID-10), o que significa que ela pode causar incapacidade para o trabalho.

Assim, pessoas com Doença de Paget podem ter direito a benefícios do INSS, como:

  • Auxílio-doença: é um benefício temporário, concedido por um período de até 120 dias, podendo ser prorrogado por mais 120 dias ou quantas vezes o segurado permanecer incapacitado para o trabalho.
  • Aposentadoria por invalidez: é um benefício permanente, concedido a pessoas que ficaram incapacitadas para o trabalho de forma permanente.
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS): é um benefício assistencial, concedido a pessoas com deficiência ou idosos que não possuem meios de prover o próprio sustento.

Para ter direito a um desses benefícios, o segurado deve cumprir os seguintes requisitos:

  • Ser segurado do INSS: isso significa que a pessoa deve ter contribuído para o INSS por pelo menos 12 meses.
  • Estar incapacitado para o trabalho: a incapacidade deve ser total e permanente, no caso de aposentadoria por invalidez, ou temporária, no caso de auxílio-doença.
  • Ter renda familiar per capita inferior a 1/4 do salário mínimo: no caso do BPC/LOAS.

No caso da Doença de Paget, a incapacidade para o trabalho pode ser comprovada por meio de um laudo médico emitido por um especialista.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
17°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 27°

16° Sensação
4.63km/h Vento
59% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h44 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Qua 28° 15°
Qui 29° 16°
Sex 29° 16°
Sáb 29° 17°
Dom 31° 17°
Atualizado às 09h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,40 -0,40%
Euro
R$ 5,80 -0,30%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,59%
Bitcoin
R$ 371,566,64 -2,46%
Ibovespa
119,816,18 pts 0.57%
Publicidade
Publicidade