14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Dólar: Câmbio um dia depois do feriado nos EUA

Dólar: Câmbio um dia depois do feriado nos EUA

16/01/2024 às 10h46 Atualizada em 16/01/2024 às 13h46
Por: Leonardo Grandchamp
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Bom dia ao dinâmico mercado de câmbio! Ontem, dia 15/1/2024, o dólar à vista encerrou o dia cotado a R$ 4,8667 para venda, marcando o início da semana com baixa liquidez devido ao feriado norte-americano. O Espaço da Sorte, na Avenida Paulista, não foi o único a testemunhar movimentações; os mercados também sentiram os reflexos, influenciados por diversos fatores.

Cenário Internacional:

Surpreendentemente, o Banco Central da China optou por não cortar juros, contrariando as expectativas do mercado e gerando uma reação negativa. Neste contexto, é essencial mantermos um olhar atento aos possíveis estímulos econômicos que podem surgir na China nos próximos dias, influenciando diretamente o cenário global.

A incerteza paira sobre o início do ciclo de corte de juros nos Estados Unidos, uma questão central no mercado de câmbio. Apesar das expectativas de alguns analistas para um possível início em março, há apostas divididas entre os grandes bancos. Pessoalmente, acredito mais em uma manutenção na taxa atual para o próximo mês. E vocês, qual é a sua perspectiva?

Leia também: 5 Curiosidades Sobre Vistos Para Os Estados Unidos

Perspectivas Eleitorais e Geopolíticas:

Este ano é marcado por eleições nos EUA e em vários outros países, acrescentando uma camada adicional de complexidade ao mercado de câmbio. A proximidade com o pleito norte-americano pode intensificar a volatilidade, especialmente se o ex-presidente Donald Trump decidir entrar novamente na disputa.

Além disso, não podemos ignorar os conflitos geopolíticos em andamento, como as situações na Ucrânia e no Oriente Médio. Ontem, o ataque terrorista do Hamas em Hanana e o incidente no Mar Vermelho envolvendo um navio dos EUA evidenciam a escalada dessas situações.

Cenário Nacional e Fiscal:

Internamente, a atenção está voltada para a situação fiscal. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, planeja discutir com o presidente do Congresso, o senador Rodrigo Pacheco, alternativas para manter o Orçamento aprovado. A estimativa sobre o valor da renúncia fiscal não prevista no Orçamento será crucial para o desenrolar dessa questão.

Leia também: Profissionais brasileiros buscam o visto EB3 para trabalharem nos Estados Unidos

Calendário Econômico:

No cenário econômico, aguardamos a divulgação da expectativa de inflação ao consumidor na zona do euro. No Brasil, dados sobre o crescimento do setor de serviços de novembro. Nos EUA, destaca-se o índice Empire State de atividade industrial de janeiro, além do discurso de Waller, membro do Fed.

Concluindo, os ajustes no mercado de câmbio são esperados hoje após o feriado nos EUA. A volatilidade seguirá como uma constante, moldando as tendências à medida que eventos globais se desenrolam. Estamos diante de um ano eleitoral significativo e desafiador, no qual a cautela e a atenção aos acontecimentos se tornam mais cruciais do que nunca. Acompanhemos de perto este cenário dinâmico que molda nossas expectativas e decisões financeiras.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
22°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

21° Sensação
3.6km/h Vento
46% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Dom 29° 15°
Seg 30° 17°
Ter 31° 17°
Qua 30° 17°
Qui 31° 17°
Atualizado às 19h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,81 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,13%
Bitcoin
R$ 371,014,85 +0,89%
Ibovespa
121,341,13 pts 0.74%
Publicidade
Publicidade