18°C 27°C
Uberlândia, MG

Termina dia 29 prazo para que empresas enviem relatórios salariais

Termina dia 29 prazo para que empresas enviem relatórios salariais

19/02/2024 às 10h29 Atualizada em 19/02/2024 às 13h29
Por: Leonardo Grandchamp
Compartilhe:
relatórios salariais / Imagem freepik
relatórios salariais / Imagem freepik

No Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), empresas com 100 ou mais funcionários devem enviar o Relatório de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios até o dia 29 de fevereiro. Esse documento é essencial para analisar e monitorar as diferenças salariais entre homens e mulheres que desempenham os mesmos cargos e funções.

Continua após a publicidade

Obrigações e Sanções

Prevista pela Lei 14.611/2023, a prestação de contas é parte integrante da política pública de igualdade salarial, que foi regulamentada em novembro de 2023. As organizações devem retificar os dados de salários e ocupações de homens e mulheres a cada semestre, conforme informado pelo eSocial. Além disso, é necessário detalhar os critérios adotados nas remunerações e descrever as iniciativas de apoio à contratação e promoção de mulheres. O não cumprimento da lei pode resultar em multas administrativas de até 3% da folha de pagamento, além de outras sanções, como indenizações por danos morais em casos de discriminação salarial. Para as empresas em situação irregular, é obrigatório elaborar um plano de ação para corrigir as falhas dentro de 90 dias.

Leia também: Igualdade Salarial: A Multa é alta para as empresas que não cumprirem a Lei em vigor

Medidas de Promoção da Igualdade Salarial

A política pública também exige a implementação de medidas como programas de diversidade e inclusão, capacitação de gestores e funcionários sobre equidade de gênero, e o estímulo à participação e progressão das mulheres no mercado de trabalho.

Elaboração e Envio do Relatório

Os relatórios semestrais de transparência contêm informações adicionais sobre critérios de remuneração e ações de promoção e contratação de mulheres nas empresas. Esses dados são fornecidos anonimamente e estão em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Em caso de desigualdade salarial identificada nos relatórios, as empresas podem regularizar a situação por meio de Planos de Ação para Mitigação da Desigualdade Salarial e de Critérios Remuneratórios. A Portaria nº 3.714 do Ministério do Trabalho detalha as medidas que devem ser adotadas nesses planos.

Continua após a publicidade

Leia também: Descubra A Integração Da Folha De Pagamento Com A Contabilidade!

Acesso ao Relatório

O Relatório de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios está disponível para preenchimento na área do empregador do Portal Emprega Brasil, em conformidade com o Decreto nº 11.795/2023, que regulamenta a Lei nº 14.611 e estabelece a obrigação de igualdade salarial entre mulheres e homens. Esta iniciativa é uma colaboração entre o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e o Ministério das Mulheres, conforme publicado no Diário Oficial da União em julho do ano passado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
17°
Tempo limpo

Mín. 18° Máx. 27°

17° Sensação
2.87km/h Vento
89% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h24 Nascer do sol
05h58 Pôr do sol
Seg 27° 17°
Ter 28° 20°
Qua 29° 21°
Qui 29° 18°
Sex 29° 17°
Atualizado às 04h08
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,20 +0,00%
Euro
R$ 5,55 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 359,518,50 +1,25%
Ibovespa
125,124,30 pts 0.75%