17°C 28°C
Uberlândia, MG

Dólar em Alta e Crise na China: Impactos no Mercado Brasileiro

Dólar em Alta e Crise na China: Impactos no Mercado Brasileiro

23/02/2024 às 12h07 Atualizada em 23/02/2024 às 15h07
Por: Leonardo Grandchamp
Compartilhe:
Imagem: wirestock / freepik
Imagem: wirestock / freepik

Variações do Mercado Internacional

Continua após a publicidade

O dólar iniciou o dia em alta moderada no mercado à vista, refletindo movimentos semelhantes de outras moedas emergentes em relação ao real. Esse cenário ocorre em meio a uma queda significativa nos preços do petróleo e às preocupações contínuas sobre a crise imobiliária na China. Além disso, os juros dos Treasuries, títulos do Tesouro dos Estados Unidos, apresentaram uma leve queda após uma breve alta no início do dia, mesmo com uma agenda vazia de indicadores.

Ajustando-se aos sinais conservadores dos dirigentes do Federal Reserve, o mercado financeiro mantém a percepção de que não há expectativa iminente de início de um ciclo de cortes de juros. Enquanto isso, os preços do petróleo registraram queda superior a 1%, enquanto o minério de ferro apresentou leve alta em Dalian, na China.

Leia também: EB-2 É O Visto Mais Popular Para Conseguir Um Green Card

Situação na China e Impacto nos Mercados

Os dados econômicos chineses revelam um quadro misto em relação ao setor imobiliário. Embora o preço médio das moradias no país tenha registrado uma queda mensal menos acentuada em janeiro, a queda anual foi mais expressiva em comparação com dezembro. Essa situação expõe os desafios enfrentados por Pequim para estabilizar o mercado imobiliário.

Continua após a publicidade

Indicadores Econômicos no Brasil

No Brasil, o mercado está atento à palestra do diretor de Política Econômica do Banco Central, Diogo Guillen, em um evento da Abrasca. Além disso, os índices de preços ao consumidor IPC-Fipe e IPC-S são acompanhados de perto pelos investidores. Estima-se que o IPC-Fipe encerre fevereiro com uma alta de 0,43%, com destaque para o grupo Alimentação, que deve pressionar o índice, embora em menor intensidade em comparação a janeiro.

O IPC-S, por sua vez, registrou uma desaceleração na terceira quadrissemana de fevereiro, acumulando uma alta de 3,64% em 12 meses.

Leia também: 5 Curiosidades Sobre Vistos Para Os Estados Unidos

Perspectivas para o Setor Corporativo

Na B3, a publicação do balanço do 4º trimestre pela Vale pode influenciar o mercado. O ADR da empresa sugere um destaque positivo, após a divulgação dos resultados, que foram elogiados por instituições financeiras como o Citi e XP. Além disso, o preço do minério de ferro apresentou uma leve alta em Dalian, na China.

Continua após a publicidade

Cenário Cambial

Por volta das 9h33 desta sexta-feira, o dólar à vista registrava uma valorização de 0,25%, cotado a R$ 4,9655, enquanto o dólar futuro para março apresentava um leve avanço de 0,06%, alcançando R$ 4,9670.

Considerações Finais

O mercado financeiro e cambial em 2024 continua a ser influenciado por uma série de fatores, tanto internos quanto externos. Os investidores permanecem atentos às tendências globais, aos indicadores econômicos locais e aos desdobramentos corporativos, buscando oportunidades e se protegendo contra possíveis riscos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
26°
Parcialmente nublado

Mín. 17° Máx. 28°

26° Sensação
2.57km/h Vento
50% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h25 Nascer do sol
05h57 Pôr do sol
Qua 29° 18°
Qui 30° 18°
Sex 29° 18°
Sáb 29° 20°
Dom 29° 21°
Atualizado às 12h36
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,14 -0,58%
Euro
R$ 5,49 -0,16%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,24%
Bitcoin
R$ 363,092,85 +0,27%
Ibovespa
125,455,05 pts -0.09%