18°C 27°C
Uberlândia, MG

Escândalo de Fraude de US$ 175 Milhões: Trump Escapa de Apreensão de Ativos em Meio à Tempestade Legal

Pagamento evita a apreensão de ativos do ex-presidente

02/04/2024 às 10h06 Atualizada em 02/04/2024 às 10h37
Por: Ricardo de Freitas Fonte: Contabilidade
Compartilhe:
Escândalo de Fraude de US$ 175 Milhões: Trump Escapa de Apreensão de Ativos em Meio à Tempestade Legal
Escândalo de Fraude de US$ 175 Milhões: Trump Escapa de Apreensão de Ativos em Meio à Tempestade Legal

Donald Trump pagou uma fiança de US$ 175 milhões relacionada a um caso de fraude civil em Nova York na segunda-feira (1º), evitando a apreensão de ativos por autoridades estaduais que poderiam ter afetado seu antigo império empresarial. Em 16 de fevereiro, Trump foi considerado culpado por inflar fraudulentamente seu patrimônio líquido em bilhões de dólares para obter melhores condições de empréstimo e seguro, em meio à perspectiva de enfrentar o presidente democrata Joe Biden nas eleições de novembro nos EUA.

Continua após a publicidade

Inicialmente, a fiança exigida do ex-presidente era de US$ 454 milhões. No entanto, em 25 de março, um tribunal de apelações suspendeu a execução da sentença do juiz Arthur Engoron, com a condição de que Trump pagasse uma quantia menor dentro de 10 dias. Um painel de três juízes do tribunal de apelações irá considerar o recurso de Trump sobre o caso, embora a redução da obrigação de fiança não antecipe a decisão final do painel.

Com a fiança paga, a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, é impedida de prosseguir com a busca dos ativos de Trump, incluindo a Trump Tower, seu resort de 370 acres e campo de golfe em Westchester, e sua propriedade em Mar-a-Lago, na Flórida.

Trump negou veementemente as irregularidades e afirmou que o caso é uma perseguição política liderada por Letitia James, uma democrata que o processou em 2022.

Em uma ordem de 92 páginas, o juiz Engoron detalhou como Trump instruiu seus funcionários, ao longo de uma década antes de sua incursão na política, a manipular os valores de suas propriedades para alcançar seu patrimônio líquido desejado.

Continua após a publicidade

Donald Trump

Este caso é apenas um dos muitos problemas legais que Trump enfrenta, incluindo um julgamento criminal em Nova York, programado para começar em 15 de abril. Trump, que se declara inocente, é acusado, neste caso, de ocultar ilegalmente pagamentos em dinheiro a uma estrela pornô antes da eleição de 2016.

Além disso, ele enfrenta acusações relacionadas a seus esforços para contestar sua derrota nas eleições de 2020 para Biden, bem como questões sobre seu manuseio de documentos confidenciais ao deixar o cargo de presidente na Casa Branca. No entanto, esses casos enfrentam atrasos significativos e não devem ser julgados antes das eleições de novembro.

Trump reiterou sua inocência em todos esses casos.

Continua após a publicidade

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
22°
Parcialmente nublado

Mín. 18° Máx. 27°

22° Sensação
2.06km/h Vento
64% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h24 Nascer do sol
05h58 Pôr do sol
Seg 27° 17°
Ter 28° 20°
Qua 29° 21°
Qui 29° 18°
Sex 29° 17°
Atualizado às 21h40
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,20 +0,00%
Euro
R$ 5,55 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 357,190,21 +0,59%
Ibovespa
125,124,30 pts 0.75%