16°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

IFRS 18: Desvendando a Nova Norma Contábil que Transforma as Demonstrações Financeiras

A IFRS 18 é uma norma contábil emitida pelo IASB em 9 de abril de 2024

09/04/2024 às 13h52
Por: Ricardo de Freitas Fonte: redação
Compartilhe:
IFRS 18: Desvendando a Nova Norma Contábil que Transforma as Demonstrações Financeiras
IFRS 18: Desvendando a Nova Norma Contábil que Transforma as Demonstrações Financeiras

A IFRS 18 é uma norma contábil emitida pelo IASB em 9 de abril de 2024. Ela visa aprimorar a comunicação de informações nas demonstrações contábeis, com foco na demonstração do resultado e nas notas explicativas.

Continua após a publicidade

Quais normas a IFRS 18 impacta?

  • Substitui a IAS 1 (equivalente ao CPC 26 (R1)) e inclui:
    • Novos requisitos de apresentação e divulgação.
    • Requisitos da IAS 1 com alterações limitadas na redação.
  • Altera outros pronunciamentos:
    • IAS 7 (CPC 03) – Demonstração dos Fluxos de Caixa.
    • IFRS 12 (CPC 45) – Divulgações de Participações em Outras Entidades.
    • IAS 33 (CPC 41) – Resultado por Ação.
    • IAS 34 (CPC 21) – Demonstração Intermediária.
    • IAS 8 (CPC 23) – Políticas Contábeis, Mudança de Estimativa e Retificação de Erro.
    • IFRS 7 (CPC 40) – Instrumentos financeiros – Evidenciação.

Quais empresas a IFRS 18 impacta?

Praticamente todas as empresas que usam as normas IFRS (CPC) para preparar suas demonstrações financeiras.

Quando entra em vigor?

Continua após a publicidade

Adoção obrigatória em 1º de janeiro de 2027. É importante se familiarizar com a norma antes dessa data.

Principais mudanças:

  • Estrutura da demonstração do resultado:
    • 5 novas categorias:
      • Receita
      • Custo dos produtos vendidos
      • Despesas operacionais
      • Lucro ou prejuízo operacional
      • Impostos
      • Resultado líquido
    • Impostos antes do lucro ou prejuízo:
      • Maior transparência sobre o impacto dos impostos.

Outras mudanças:

  • Demonstração do fluxo de caixa:
    • Mudanças limitadas.
  • Notas explicativas:
    • Mais informações sobre:
      • Políticas contábeis.
      • Estimativas e julgamentos.
      • Riscos e incertezas.

Benefícios:

Continua após a publicidade
  • Maior comparabilidade entre empresas.
  • Maior transparência na informação.
  • Melhor tomada de decisões por usuários das demonstrações financeiras.

Desafios:

  • Implementação complexa.
  • Custos de adaptação.
  • Treinamento para profissionais.

Recomendações:

  • Comece a se familiarizar com a norma agora.
  • Avalie o impacto da norma em sua empresa.
  • Implemente as mudanças necessárias gradualmente.
  • Treine seus profissionais.

Perguntas frequentes sobre a IFRS 18

1. O que é a IFRS 18?

A IFRS 18 é uma norma contábil emitida pelo IASB em 9 de abril de 2024. Ela visa aprimorar a comunicação de informações nas demonstrações contábeis, com foco na demonstração do resultado e nas notas explicativas.

Continua após a publicidade

2. Quais normas a IFRS 18 impacta?

A IFRS 18 substitui a IAS 1 (equivalente ao CPC 26 (R1)) e inclui:

  • Novos requisitos de apresentação e divulgação.
  • Requisitos da IAS 1 com alterações limitadas na redação.

A IFRS 18 também altera outros pronunciamentos:

  • IAS 7 (CPC 03) – Demonstração dos Fluxos de Caixa.
  • IFRS 12 (CPC 45) – Divulgações de Participações em Outras Entidades.
  • IAS 33 (CPC 41) – Resultado por Ação.
  • IAS 34 (CPC 21) – Demonstração Intermediária.
  • IAS 8 (CPC 23) – Políticas Contábeis, Mudança de Estimativa e Retificação de Erro.
  • IFRS 7 (CPC 40) – Instrumentos financeiros – Evidenciação.

3. Quais empresas a IFRS 18 impacta?

Praticamente todas as empresas que usam as normas IFRS (CPC) para preparar suas demonstrações financeiras.

4. Quando entra em vigor a IFRS 18?

A adoção da IFRS 18 é obrigatória em 1º de janeiro de 2027. É importante se familiarizar com a norma antes dessa data.

5. Quais as principais mudanças da IFRS 18?

A principal mudança da IFRS 18 é a nova estrutura da demonstração do resultado, que possui 5 novas categorias:

  • Receita
  • Custo dos produtos vendidos
  • Despesas operacionais
  • Lucro ou prejuízo operacional
  • Impostos
  • Resultado líquido

Outra mudança importante é a apresentação dos impostos antes do lucro ou prejuízo, o que aumenta a transparência sobre o impacto dos impostos.

6. A IFRS 18 impacta a demonstração do fluxo de caixa?

Sim, a IFRS 18 faz algumas mudanças limitadas na demonstração do fluxo de caixa.

7. A IFRS 18 impacta as notas explicativas?

Sim, a IFRS 18 exige mais informações nas notas explicativas sobre:

  • Políticas contábeis.
  • Estimativas e julgamentos.
  • Riscos e incertezas.

8. Quais os benefícios da IFRS 18?

  • Maior comparabilidade entre empresas.
  • Maior transparência na informação.
  • Melhor tomada de decisões por usuários das demonstrações financeiras.

9. Quais os desafios da IFRS 18?

  • Implementação complexa.
  • Custos de adaptação.
  • Treinamento para profissionais.

10. Quais as minhas recomendações sobre a IFRS 18?

  • Comece a se familiarizar com a norma agora.
  • Avalie o impacto da norma em sua empresa.
  • Implemente as mudanças necessárias gradualmente.
  • Treine seus profissionais.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
21°
Tempo limpo

Mín. 16° Máx. 30°

20° Sensação
2.18km/h Vento
45% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h33 Nascer do sol
05h45 Pôr do sol
Sáb 30° 17°
Dom 31° 17°
Seg 31° 17°
Ter 30° 17°
Qua 30° 17°
Atualizado às 20h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,10 -0,49%
Euro
R$ 5,56 -0,23%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 361,719,38 +2,37%
Ibovespa
128,150,71 pts -0.1%
Publicidade
Publicidade