16°C 29°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Governo Federal pagará R$ 5,1 mil de auxílio reconstrução. Veja como será!

Benefício será pago para cada endereço afetado pela enchente no RS

16/05/2024 às 11h33
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:
Foto: Ricardo Stuckert / PR
Foto: Ricardo Stuckert / PR

O Governo Federal anunciou nesta quarta-feira, dia 15, mais uma medida em prol da reconstrução das cidades atingidas pela enchente no Rio Grande do Sul.

Continua após a publicidade

Agora vai ocorrer o pagamento de um benefício de R$ 5,1 mil para as famílias vítimas da enchente e a criação de um ministério para articular a reconstrução do Estado.

Com o nome de Auxílio Reconstrução, a ajuda financeira será paga a quem sofreu perdas nas inundações, atestadas pela Defesa Civil de cada município. O dinheiro será depositado via pix na Caixa Econômica Federal. Estimativa do governo aponta 200 mil famílias contempladas, num repasse superior a R$ 1,2 bilhão.

O Ministro da Comunicação Paulo Pimenta foi nomeado para o cargo de ministro extraordinário de Apoio à Reconstrução do RS. 

Ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa apresentou as medidas do governo, entre elas a suspensão por seis meses do pagamento do financiamento aos mutuários do Minha Casa Minha Vida, além da entrega gratuita de uma nova residência a quem perdeu o próprio imóvel e se encaixa nas duas primeiras faixas do programa.

Continua após a publicidade

Também haverá recursos para reforma dos sistemas de proteção a cheias, recuperação de creches, escolas e demais equipamentos públicos. 

Medidas anunciadas

Auxílio Reconstrução

  • Benefício de R$ 5,1 mil, em parcela única, para todas as famílias com residências afetadas diretamente 

  • Impacto inicial previsto: R$ 1,2 bilhão

  • Defesa Civil nacional, em parceria com Defesa Civil estadual, municipal ou Secretaria de Assistência Social, informa áreas atingidas, cujas casas foram afetadas

    Continua após a publicidade

Novas habitações para quem perdeu sua casa

  • Famílias de baixa renda que perderam casas receberão novas moradias do governo federal

  • Se enquadram famílias com renda mensal de até R$ 4,4 mil (faixas 1 e 2 do Minha Casa Minha Vida)

Benefícios para financiamento de imóveis nas áreas atingidas

  • Minha Casa Minha Vida — suspensão das parcelas mensais por seis meses

  • Aumento do tempo para usar o saldo do FGTS para pagar parcelas em atraso, de seis para 12 meses

  • Carência de 180 dias para os novos contratos

Demais benefícios 

  • FGTS Saque Calamidade/emergência — qualquer cidadão com saldo na conta do FGTS, poderá sacar o valor máximo de R$ 6.220. Não será considerado o prazo mínimo de 12 meses desde o saque mais recente

  • Bolsa Família — antecipação do pagamento para 17 de maio

  • Bolsa Família — mais 21 mil famílias que preenchem os requisitos entrarão na folha de pagamento de junho. Ministério seguirá identificando outras famílias que cumpram os requisitos

  • Antecipação do calendário de pagamento do abono salarial 2024 para maio para o total de trabalhadores habilitados, cujo estabelecimento empregador esteja nos municípios com reconhecimento federal de calamidade/emergência

  • Liberação de duas parcelas adicionais do seguro-desemprego para os desempregados que já estavam recebendo o benefício na data do reconhecimento federal de calamidade pública

  • Restituição do Imposto de Renda no primeiro lote para contribuintes do RS.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
18°
Tempo limpo

Mín. 16° Máx. 29°

18° Sensação
3.6km/h Vento
77% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Sáb 29° 17°
Dom 29° 15°
Seg 30° 16°
Ter 28° 15°
Qua 28° 13°
Atualizado às 05h05
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,14 +0,01%
Euro
R$ 5,56 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,36%
Bitcoin
R$ 367,297,06 +0,11%
Ibovespa
124,729,40 pts -0.73%
Publicidade
Publicidade