13°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Amortização de prestação ou prazo: Qual a melhor opção?

A principal diferença entre as duas modalidades reside no destino do valor amortizado

20/05/2024 às 15h42
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:
Amortização de prestação ou prazo / Imagem freepik
Amortização de prestação ou prazo / Imagem freepik

Ao contrair um empréstimo ou financiamento, duas opções principais de amortização são comumente oferecidas: a amortização de prestação e a amortização de prazo. A escolha entre as duas pode ter um impacto significativo no custo total do empréstimo. Vamos explorar cada uma delas para ajudá-lo a tomar a melhor decisão.

Continua após a publicidade

Primeiro tenha em mente que amortizar significa reduzir o saldo devedor de um financiamento através de pagamentos adicionais às parcelas contratuais. 

Amortização de Prestação

Na amortização de prestação, o valor da prestação é constante ao longo do tempo, mas a composição dessa prestação muda. No início, a maior parte da prestação é composta por juros, e uma pequena parte vai para a amortização do principal. Com o tempo, a parcela de juros diminui e a parcela do principal aumenta.

Vantagens:

  • As prestações são constantes, o que pode facilitar o planejamento financeiro.
  • No longo prazo, uma maior parte do pagamento vai para o principal, acelerando a quitação do empréstimo.

Desvantagem: No início, a maior parte do pagamento vai para os juros, o que pode dar a sensação de que a dívida não está diminuindo rapidamente.

Continua após a publicidade

Amortização de Prazo

Na amortização de prazo, o valor do principal a ser pago é dividido igualmente ao longo do prazo do empréstimo. Os juros são calculados sobre o saldo devedor restante, o que significa que o valor total da prestação diminui ao longo do tempo.

Vantagens:

  • Uma maior parte do pagamento vai para o principal desde o início, o que pode dar a sensação de que a dívida está sendo quitada mais rapidamente.
  • O valor total da prestação diminui ao longo do tempo, o que pode ser útil se você espera que sua renda diminua no futuro.

Desvantagem: As prestações iniciais são mais altas, o que pode ser um desafio se você tem um orçamento apertado.

Qual Modalidade Escolher?

A melhor opção para você dependerá de seus objetivos financeiros e da sua capacidade de pagamento:

Continua após a publicidade
  • Prioridade em reduzir o valor das prestações: Opte pela amortização de prestação. Essa modalidade é ideal para quem tem um orçamento apertado e precisa aliviar o impacto das parcelas no orçamento mensal.
  • Prioridade em quitar a dívida o mais rápido possível: A amortização de prazo é a escolha ideal. Essa modalidade permite reduzir o tempo total do financiamento e economizar juros, mas exige um desembolso mensal maior.
  • Seu orçamento: Avalie sua capacidade de pagamento e se você pode arcar com um aumento nas parcelas (amortização de prazo) ou se precisa reduzir o valor das prestações (amortização de prestação).
  • Seus objetivos: Defina se você prioriza quitar a dívida o mais rápido possível (amortização de prazo) ou se precisa aliviar o impacto no orçamento mensal (amortização de prestação).
  • O valor do financiamento e dos juros: Financiamentos com valores altos e taxas de juros elevadas podem tornar a amortização de prazo mais vantajosa a longo prazo, mesmo com o aumento das prestações.
  • O tempo de pagamento: Se você já está no meio do financiamento, a amortização de prazo pode não ser viável, pois pode aumentar excessivamente as parcelas. Nesse caso, a amortização de prestação pode ser uma alternativa mais interessante.
  •  
  • Equilíbrio entre os dois: É possível combinar as duas modalidades de amortização. Por exemplo, você pode amortizar um valor fixo na prestação e outro valor para reduzir o prazo. Essa opção oferece flexibilidade e permite ajustar a amortização de acordo com suas necessidades.

Como usar o FGTS para amortizar parcelas?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um recurso que pode ser utilizado para amortizar financiamentos, especialmente os imobiliários. Aqui estão algumas maneiras de como você pode usar o FGTS para amortizar as parcelas de um financiamento:

  1. Amortização do Saldo Devedor com redução no valor de parcelas: Nesse caso, você pode usar o FGTS para reduzir o valor das parcelas do seu financiamento.
  2. Amortização do Saldo Devedor reduzindo o prazo: Aqui, o FGTS é usado para diminuir o número total de parcelas, ou seja, reduzir o prazo do financiamento.
  3. Liquidação do Saldo Devedor: Você pode usar o FGTS para quitar totalmente o saldo devedor do seu financiamento.
  4. Abatimento de até 80% do valor da parcela por 12 meses: Nesse caso, o FGTS é usado para reduzir em até 80% o valor das próximas 12 prestações consecutivas.
  5. Pagamento de parcelas em atraso: O FGTS pode ser usado para quitar algumas parcelas em atraso no seu financiamento imobiliário. No entanto, você só pode usar esse recurso para quitar, no máximo, 3 prestações do seu financiamento.

Para solicitar a amortização do financiamento utilizando o FGTS, você pode usar o App Habitação CAIXA ou ligar para 0800 104 0104 ou 4004 0104. Lembre-se, é importante verificar as regras e condições para o uso do FGTS para amortização de financiamento, pois existem alguns requisitos e restrições. Se você tiver mais perguntas, fique à vontade para perguntar!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 27°

25° Sensação
6.69km/h Vento
38% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h43 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Sex 28° 16°
Sáb 28° 15°
Dom 28° 15°
Seg 29° 15°
Ter 29° 15°
Atualizado às 15h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,37 -0,78%
Euro
R$ 5,76 -1,44%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,82%
Bitcoin
R$ 378,717,73 -2,39%
Ibovespa
119,567,53 pts -0.31%
Publicidade
Publicidade