13°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Justiça acata pedido de recuperação judicial da Polishop

Empresa acumula R$ 395 milhões em dívidas e já fechou inúmeras lojas desde 2023

21/05/2024 às 09h22
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:
Pedido de Recuperação Judicial Polishop / Imagem Adobe Stock
Pedido de Recuperação Judicial Polishop / Imagem Adobe Stock

A Polishop, rede fundada pelo empresário João Appolinário, conhecido empresário do ramo varejista, A empresa, tradicional, também foi bastante divulgada no Programa de TV Shark Tank Brasil onde pequenos empreendedores tentam convencer os grandes empresários (tubarões) a investir em seus negócios.

Continua após a publicidade

A dívida está estimada na casa dos  R$ 395,6 milhões e o pedido de recuperação judicial está na 2ª Vara de Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Os problemas financeiros da rede se avolumaram nos últimos anos, especialmente após a pandemia, pela dificuldade de pagar aluguéis nos shoppings. O número de lojas atualmente é de cerca de 54, mas chegou a ter cerca de 250 lojas.

A Polishop não é a primeira a entrar com esse  tipo de pedido. Pelo contrário, vem somar uma série preocupante por parte de grandes nomes da indústria, como a rede Dia, Americanas, M. Officer e SouthRock Capital, destacando um cenário desafiador para o comércio e serviços no Brasil.

Um relatório da Serasa Experian revela que aproximadamente 4 mil empresas concluíram o ano de 2023 em um processo de reestruturação financeira. O número de pedidos de recuperação judicial bateu recorde, registrando um aumento de quase 70% em relação ao ano anterior, totalizando 1.405 solicitações.

Continua após a publicidade

A Polishop tentou, sem sucesso, renegociar os termos com seus credores antes de recorrer à justiça. A resistência por parte dos centros comerciais, especialmente no que diz respeito ao pagamento de aluguéis em atraso, complica ainda mais a situação da varejista.

A crise no Setor Varejista

Não é apenas a Polishop que está enfrentando essa crise. A rede de supermercados Dia também entrou com pedido de recuperação judicial recentemente. Com uma dívida declarada de R$ 1,1 bilhão, a empresa luta para evitar o bloqueio de seus recursos pelo banco Daycoval. Além disso, a Southrock, responsável por operar grandes marcas internacionais como Starbucks e Subway no Brasil, reportou dívidas que chegam a R$ 1,8 bilhão, justificando o pedido pela crise econômica exacerbada pela pandemia, inflação e altas taxas de juros.

As recuperações judiciais também afetam diretamente milhares de trabalhadores. Além disso, o ambiente de incerteza prejudica a economia como um todo, com impactos que podem demorar a se resolver e que requerem atenção das políticas públicas para mitigação desses efeitos.

Por fim, a Polishop tem agora 60 dias para apresentar um plano de pagamento aos credores. A empresa já está trabalhando na elaboração desse plano e nas negociações com os credores, em meio a uma situação financeira que se deteriorou nos últimos três anos. Caso não apresente o plano dentro do prazo, sua falência será decretada.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 27°

25° Sensação
6.69km/h Vento
38% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h43 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Sex 28° 16°
Sáb 28° 15°
Dom 28° 15°
Seg 29° 15°
Ter 29° 15°
Atualizado às 15h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,37 -0,69%
Euro
R$ 5,77 -1,33%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,75%
Bitcoin
R$ 379,663,17 -2,24%
Ibovespa
119,985,39 pts 0.04%
Publicidade
Publicidade