Novas regras para o salário maternidade do INSS

Compartilhe
PUBLICIDADE

As novas regras para solicitar o salário-maternidade do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) mudaram. Lembrando que o benefício é concedido quando a mulher precisa se afastar do trabalho para ter seu filho ou se estiver num processo de adoção.

gestante

Sendo que o INSS irá avaliar a solicitação da titular, podendo o procedimento demorar mais que o tempo da licença. E este o grande problema, a demora em conceder o benefício.

Por isso, a Comissão dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados aprovou uma proposta em que fixa o prazo máximo de 30 dias para a liberação do benefício. O pagamento deverá ocorrer mesmo que o Instituto não tenha concluído a análise.

Isso significa que mesmo que o INSS não cumpra o prazo, o benefício deverá ser concedido de forma automática, provisoriamente, sem causar prejuízo após análise da autarquia do cumprimento dos requisitos legais pela requerente.

O Projeto de Lei 10021/18 tem o objetivo de combater a morosidade na hora de conceder o salário-maternidade. O autor do texto, o senador Telmário Mota (Pros-RR), também recebeu parecer favorável da relatora, a deputada Erika Kokay (PT-DF).

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil